RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 21 registros para a palavra: Professores da Uneb

Professores da Uneb decidem continuar greve e apresentam nova contraproposta ao governo

A assembleia dos professoras/es da Uneb aprovou, no final da manhã desta terça-feira (04), a continuidade da greve e uma nova contraproposta a ser entregue ao governo. Os docentes e estudantes da Uneb, Uefs, Uesb e Uesc farão uma plenária das universidades estaduais em frente à Secretaria Estadual da Educação (SEC). A expectativa das/os docentes é que ainda hoje o governo receba as representações sindicais para uma reunião. Vários professoraes durante a assembleia ressaltaram que, apesar dos salários cortados, o movimento resiste e segue forte. Ainda segundo os docentes, a nova contraproposta do Movimento Grevista mostra, mais uma vez, a disposição da categoria em avançar na negociação.

O novo documento estabelece o que precisa ser atendido pelo governo ainda no período de greve, e o que poderá ser levado à Mesa Permanente de Negociação, a ser instalada 24 horas após o final do protesto. A nova proposta reivindica o pagamento, antes do final da greve, de 5,9% de reajuste no salário base no ano de 2019, sem prejuízo do reajuste linear anual. Posteriormente, para a mesa de negociação, propõe um cronograma para reposição das perdas salarias de 2015 a 2018, ao longo dos próximos quatro anos (até o final de 2022)...

PROFESSORES DA UNEB APROVAM CONTINUIDADE DA GREVE

A categoria docente da Uneb, em Assembleia no final da tarde de terça-feira (07), aprovou a continuidade da greve e uma contraproposta, indicada pelo Fórum das ADs, que será entregue ao governo. A decisão dos professores aconteceu devido à ausência de uma proposta dos representantes do Palácio de Ondina, que contemple a pauta de reivindicações do movimento grevista. A paralisação por tempo indeterminado também segue na Uefs, Uesb e Uesc.

Durante a Assembleia da ADUNEB a categoria foi informada que devido ao forte Ato Público, seguido de Audiência, ocorridos na manhã desta terça-feira, no Centro Administrativo da Bahia, o governo reabrirá a negociação. O protesto, feito por professores e estudantes, contou com cerca de 700 manifestantes...

PROFESSORES DA UNEB EM JUAZEIRO EMITEM CARTA ABERTA EM DEFESA DA UNIVERSIDADE PÚBLICA E DOS DIREITOS DOS DOCENTES

Professores do Campus III, Juazeiro, encaminharam Carta Aberta ao Blog GJ Notícias com a socialização da pauta de reivindicações do movimento docente que deliberou pela Greve por tempo indeterminado a partir de amanhã (09). Confira:

No momento histórico para a comunidade acadêmica da Universidade do Estado da Bahia, os professores e professoras decidiram em Assembleia Docente, realizada em 4 de abril, paralisar as atividades por tempo indeterminado, a partir desta terça-feira (09/04), para garantir a defesa da instituição de ensino público em todo o Estado e para exigir respeito aos direitos trabalhistas, conquistados ao longo dos anos. ..

Lider do Governo da Bahia diz que decisão dos professores da Uneb paralisar atividades foi precipitada

O líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Rosemberg Pinto (PT), afirmou nesta sexta-feira (5), que a decisão das Associações de docentes das universidades estaduais de paralisar as atividades nas instituições de ensino foi "precipitada".

Segue a nota:..

Professores da Uneb decretam greve por tempo indeterminado

Os professores da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) decretaram greve por tempo indeterminado durante assembleia realizada nesta quinta-feira (4). Os docentes já haviam começado a se mobilizar durante a manhã, ocupando o prédio onde funciona a reitoria da instituição, no bairro do Cabula, em Salvador. ..

PROFESSORES DA UNEB DISCUTEM CHEGADA DA LAMA TÓXICA DE BRUMADINHO NO RIO SÃO FRANCISCO

Em mensagem endereçada ao Blog GJ a professora Márcia Guena convida a sociedade juazeirense a discutir o assunto. Confira:

Estamos convocando uma reunião emergencial nesta terça-feira, dia 5 de fevereiro, às 09 horas, na sala multimídia da UNEB/DCH3, para discutir a chegada da lama tóxica no Rio São Francisco, cuja data prevista é 14 deste mês, e as possíveis saídas técnicas e humanitárias. Estamos convocando pessoas e instituições. Caso possa comparecer, confirme seu nome...

Professores da Uneb, Uesc e Uesb fazem paralisação de 24h por pautas trabalhistas; mais de 20 mil alunos estão sem aulas

Professores de três das quatro universidades estaduais da Bahia estão em paralisação nesta quarta-feira (25), em protesto por pautas trabalhistas. Com isso, mais de 20 mil estudantes estão sem aulas em Salvador, e em outras 27 cidades. Estão paradas a Universidade Estadual da Bahia (Uneb), a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb).

As informações foram divulgadas pelas assessorias das instituições e pela Associação dos Docentes da Uneb (Aduneb).  De acordo com Aduneb, entre as reivindicações dos docentes estão uma perda salarial ocorrida nos últimos 20 anos, promoções negadas, progressão e alteração de regime de trabalho, e déficit de docentes...

Greve ameaça assembleia dos professores da UNEB

A assembleia geral dos professores da Uneb foi marcada para esta quinta-feira (17), às 14h, no auditório da ADUNEB, no Campus I, em Salvador. Em pauta estará a discussão sobre o indicativo de greve da categoria docente, o que significa o primeiro passo para a deflagração da greve por tempo indeterminado. 

A diretoria do sindicato informa que, lamentavelmente, a assembleia não poderá ser transmitida por videoconferência aos campi do interior, pois o sinal disponibilizado pela Uneb já será utilizado em outra atividade da universidade.
 
De acordo o Fórum das Associações Docentes (ADs), que reúne representações das ADs de Uneb, Uefs, Uesc e Uesb, motivos para a deflagração da greve por tempo indeterminado não faltam. Desde 19 de dezembro do ano passado, o Movimento Docente das Universidades Estaduais da Bahia (Ueba) tenta iniciar a negociação da pauta de reivindicações. Apesar de receber os professores, os representantes de Rui Costa dizem não como resposta e afirmam não estarem autorizados a negociar...

Professores da Uneb decidem pelo fim da greve, desde que o governo cumpra compromissos firmados

O conjunto dos professores da Uneb, reunidos em assembleia geral, nesta quinta-feira (30), no campus de Salvador, decidiu que a greve poderá chegar ao fim ainda nesta sexta-feira (31). Porém, o encaminhamento do fim da greve ficou submetido à assinatura da Minuta de Acordo e apresentação do Termo de Compromisso, que criará um grupo de trabalho para encontrar soluções para as promoções de 2016. Ainda nesta tarde de quinta-feira os professores de Uefs, Uesb e Uesc também realizam assembleias gerais.

A deliberação da assembleia veio diante das conquistas conseguidas na mesa de negociação da vitoriosa greve docente. Porém, a categoria decidiu que o cumprimento do acordo, por parte do governo, é determinante para o desfecho do movimento grevista. 
 
Segundo os professores da ADUNEB, os termos de Acordo e de Compromisso são frutos dos avanços nas negociações que ocorreram nos quase 80 dias de greve. As últimas duas rodadas de discussões com o governo aconteceram na sexta (24) e segunda-feira (27). Amanhã, sexta-feira (31), acontece nova reunião. A expectativa é a assinatura do documento e o retorno de todas as atividades acadêmicas o mais breve possível. 
 
Termo de Acordo
 
Entre as conquistas que deverão constar no termo de acordo estão a revogação, em até 60 dias, da autoritária Lei 7176/97, que interfere na autonomia didática, administrativa e financeira das universidades; e a implantação de todos os processos represados de promoção, progressão e mudança de regime de trabalho em até 60 dias. Também foi garantido fluxo mínimo para que mais docentes possam ter promoção na carreira até o final do ano. Os recursos para esses fins virão de orçamento extra ao previsto às universidades. Ainda sobre o orçamento, a greve dos professores, com amplo apoio dos estudantes, obrigou o governo a se comprometer em não realizar cortes e contingenciamento orçamentário nas universidades estaduais até o final do ano. Também foi acertada a devolução das cotas mensais do orçamento, que haviam sido retiradas por Rui Costa no primeiro trimestre de 2015.
 
Volta às aulas
 
Caso o governo cumpra nesta sexta-feira o compromisso firmado, na próxima segunda-feira (03), os professores da Uneb em assembleia discutirão uma proposta de reorganização do calendário acadêmico, o retorno às aulas sem prejuízo aos estudantes e pauta interna. ..

Professores da Uneb decidem manter greve após assembleia

Os professores da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) decidiram pela continuidade da greve, após assembleia realizada nesta quinta-feira (23). Durante o encontro, os membros da Associação dos Docentes da Uneb (Aduneb) analisaram a proposta de minuta do acordo - fruto dos 70 dias em greve e da ocupação realizada na Secretaria Estadual da Educação na última semana - e reconheceram os avanços na resolução da pauta. Apesar de as dicussões estarem encaminhadas, a Aduneb informou que ainda existem pontos a serem fechados e, por falta deconfiança nos representantes do governo, a greve continua até o término das negociações. Uma nova reunião com o governo está agendada para esta sexta-feira (24). Até então, os professores conseguiram a garantia da implementação dos direitos trabalhistas represados dos professores, com a liberação de todas as promoções, progressões e mudanças de regime de trabalho (via suplementação orçamentária), continuidade dos fluxos de implementações até o final de 2015; e a revogação da Lei 7.176/97, que interfere na autonomia de gestão universitária. Os professores também estão conseguindo a devolução de cotas do orçamento retiradas das universidades no primeiro trimestre de 2015 e o compromisso do governo estadual de não realizar cortes e contingenciamento no orçamento até o final de 2015. ..

Professores da Uneb de Curaçá participam de capacitação

Sábado (6) alunos do curso de Pedagogia da Plataforma Freire (Uneb/Curaçá) participaram de capacitação, no Espaço da Infância (EF). O objetivo foi preparar os futuros docentes no que se refere ao ensino da disciplina matemática, tornando as aulas mais interessantes e prazerosas, por meio da ludicidade (uso de jogos para aprendizagem). “Nós trabalhamos na faculdade o ensino da matemática I e II, e aliamos a teoria à prática. Então, descobrimos que existia o Espaço da Infância, destinado à ludicidade dos alunos, onde os conteúdos são transmitidos através de jogos, brincadeiras. Foi aí que pensamos em realizar esse momento com os alunos; sendo que muitos deles já atuam em sala de aula, como professores”, explicou a professora de matemática da Plataforma, Valdelice Ramos.

O Evento foi coordenado por Daiane Caetano Almeida, aluna de Pedagogia e responsável pelo EF, que deu dicas de como utilizar jogos, como xadrez e pega varetas, nas aulas de matemática. A aluna Herica Alcântara, que já atua como professora da Educação Infantil, aprovou a ideia. “Os jogos servem para fixar na mente do alunado os conteúdos que são transmitidos em sala de aula. Aprender brincando é muito melhor”, comentou. O Espaço da Infância, localizado na Travessa Capim Grosso, no Bairro Centro, funciona da segunda à sexta-feira, nos turnos matutino e vespertino. O local é aberto aos alunos do Município, mas é necessário agendamento. ..

Professores da UNEB de Juazeiro participarão de evento que discute o impacto dos agrotóxicos no Sertão do São Francisco

Nesta quinta-feira (11), professores do Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais (DTCS) da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), em Juazeiro, vão participar do Seminário promovido pelo Fórum Baiano de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos (FBCA). Segundo informações da comissão organizadora, um dos objetivos do evento é identificar e analisar os problemas causados pelo uso dos agrotóxicos, considerando a proteção da saúde do trabalhador, da população e do meio ambiente.

Para participar, os interessados poderão realizar as inscrições gratuitas no local do evento, que acontecerá no Auditório Antônio Carlos Magalhães do DTCS da UNEB, a partir das 8h. A programação se estenderá até às 16h e inclui mesas-redondas, palestras, debates e o encaminhamento das propostas discutidas no Seminário. Os professores de Agronomia da UNEB, Paulo Pinto e Jairton Fraga, vão integrar a mesa-redonda que discute as principais conseqüências dos produtos tóxicos utilizados no combate às pragas agrícolas...

PROFESSORES DA UNEB/DTCS PARALISAM SUAS ATIVIDADES POR 24 HORAS

Os professores da UNEB, DTCS estão realizando uma paralisação das atividades acadêmicas com os portões fechados hoje (terça-feira). A paralisação é uma resposta da categoria ao descaso do governo Jaques Wagner com a Educação Pública Superior da Bahia. Serve ainda para denunciar à sociedade o estrangulamento orçamentário, a precarização do trabalho docente e o sucateamento das Universidades Estaduais da Bahia (Ueba). ..

PROFESSORES DA UNEB AVALIAM GREVE QUE DUROU 51 DIAS

Professores da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) Campus III-Juazeiro, estiveram reunidos com os profissionais da imprensa na manhã desta terça-feira (05) com objetivo de avaliar o movimento grevista das Universidades Estaduais que durou 51 dias e agradecer a cobertura durante os dias parados.

Para os docentes um dos principais pontos de avanço nesta queda de braço com o governo foi a incorporação da CET (Condição Especial de Trabalho) por dois anos, diferente dos quatro proposto pelo Estado. Segundo Emanuel Ernesto no próximo dia 28 haverá uma reunião para discutir a pauta do movimento estudantil, que também foi peça fundamental no movimento em todo Estado...

PROFESSORES DA UNEB EM JUAZEIRO FAZEM AVALIAÇÃO DA GREVE QUE DUROU 51 DIAS

Os professores e alunos da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Campus III – Juazeiro, convidaram os veículos de comunicação de Juazeiro e Petrolina para um café da manhã, no dia 28 (terça-feira) de junho, às 8h30, no Auditório Tadeu Severino, Departamento de Tecnologias e Ciências Sociais - DTCS, onde funcionam os cursos de  Engenharia Agronômica e Direito.

Nesse encontro serão apresentados os principais encaminhamentos discutidos ao final do movimento paredista, iniciado no dia 26 de abril e encerrado no dia 17 de junho,  no sentido de garantir o cumprimento do acordo assinado entre o movimento docente e o governo do Estado e de pensar melhores formas de gerenciamento e funcionamento da universidade...

PROFESSORES DA UNEB EM JUAZEIRO LANÇAM LIVRO SOBRE A EDUCAÇÃO E CONVIVÊNCIA COM O SEMIÁRIDO

Acontecerá no próximo dia 30, no Auditório do Campus III da UNEB, localizado no Departamento de Tecnologias e Ciências Sociais - DTCS,  em Juazeiro, a partir das 20 horas,  o lançamento do Livro: Educação e Convivência com o Semi-árido - Reflexões por dentro da UNEB,  que tem como organizadores Edmerson dos Santos Reis, Luzineide Dourado Carvalho e Maria Luciana da Silva Nóbrega.

O livro é uma coletânea de artigos que versam sobre a constituição histórica e geográfica do Semi-árido Brasileiro, destacando os significados postos sobre a natureza, o território e as proposições de desenvolvimento dessa região; a questão da Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) e do Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA); a experiência vivenciada na elaboração de dois livros didáticos contextualizados - “Conhecendo o Semiárido 1 e 2;  as comunidades quilombolas rurais compreendidas como comunidades do campo e como uma nova perspectiva pedagógica para se pensar a Educação do Campo;  o processo de formação dos profissionais da Educação na atualidade, a partir dos fundamentos legais e éticos do ‘ser-professor’, além de algumas observações suscitadas no trabalho de elaboração e execução de uma pesquisa sobre os processos de subjetivação em curso nas comunidades rurais de Massaroca, no município de Juazeiro...

PROFESSORES DA UNEB EM JUAZEIRO FAZEM AVALIAÇÃO DA GREVE QUE JÁ DURA 25 DIAS

Em greve há vinte e cinco dias, os professores da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) receberam os veículos de comunicação de Juazeiro e Petrolina na manhã desta quinta-feira (19), no Departamento de Ciências Humanas, em Juazeiro, quando fizeram uma avaliação do movimento grevista e um panorama sobre a situação das universidades públicas na Bahia.  

Manoel Ernesto e Edmerson Reis, representando os demais líderes do movimento, explicaram que a greve não era apenas por reajuste salarial, mas também em favor da contratação de professores, da anulação do decreto 12.583/11, que o direito da progressão e promoção seja mantido, e contra a chamada cláusula da mordaça que congela os salários por quatro anos...

Em sessão especial, Câmara vai debater greve dos professores da Uneb

A greve dos professores da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), em especial a do campus III em Juazeiro, será o tema de sessão especial na Câmara Vereadores nesta quarta-feira (18), a partir das 16h, no auditório da Casa Aprígio Duarte. Representantes dos docentes e discentes estarão presentes à reunião, solicitada a Mesa diretora da Câmara na última semana.

Em sessão especial, Câmara vai debater greve dos professores da Uneb

Para o presidente da comissão de Educação da Câmara, vereador Benedito Marques (PSDB), esse é um espaço muito importante para o desenvolvimento do ensino superior em nossa região. “Mesmo sabendo que não é de nossa competência legislar pela Universidade, já que ela é estadual, não podemos ficar parados com essa situação. A Câmara de Vereadores é a caixa de ressonância da cidade e vamos juntos com os professores debater essa situação. Nós vereadores somos sensíveis luta por uma Uneb melhor”, explicou...

Em sessão especial, Câmara de Juazeiro vai debater greve dos professores da Uneb

 
A greve dos professores da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), em especial a do campus III em Juazeiro, será o tema de sessão especial na Câmara Vereadores na próxima quarta-feira (18), a partir das 16h, no auditório da Casa Aprígio Duarte. Representantes dos docentes e discentes estarão presentes à reunião, solicitada a Mesa diretora da Câmara na última semana.
 
Para o presidente da comissão de Educação da Câmara, vereador Benedito Marques (PSDB), esse é um espaço muito importante para o desenvolvimento do ensino superior em nossa região. “Mesmo sabendo que não é de nossa competência legislar pela Universidade, já que ela é estadual, não podemos ficar parados com essa situação. A Câmara de Vereadores é a caixa de ressonância da cidade e vamos juntos com os professores debater essa situação. Nós vereadores somos sensíveis luta por uma Uneb melhor”, explica.
 
Em greve por tempo indeterminado desde último dia 26 de abril, os professores protestam contra o Decreto 12.583/2011, que determina a atual situação de “estrangulamento orçamentário” nas universidades estaduais na Bahia, além da retirada de direito dos docentes, como retirada de licenças para especializações, e arrocho salarial. 
..

DILMA RECEBE APOIO DE PROFESSORES DA UNEB

A candidata do PT à presidência da República Dilma Rouseff ganha em Juazeiro o apoio dos professores, alunos e funcionários do Campus III da Uneb - Universidade do Estado da Bahia.

O ato pró-Dilma acontece hoje (22), logo mais às 16 horas, em frente a guarita do DCH-III. ..