RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 24 registros para a palavra: Mandetta

Bolsonaro decide demitir Mandetta ainda nesta segunda-feira, 6, afirma Jornal O Globo

Em meio à pandemia de coronavírus e uma crise sem precedentes, o presidente da república, Jair Bolsonaro (sem partido), decidiu demitir o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, segundo o jornal O Globo, que confirmou a informação com dois auxiliares do presidente.

A demissão do ministro deve acontecer ainda nesta segunda-feira (6) - o ato oficial de exoneração está sendo preparado no Palácio do Planalto. O deputador federal Osmar Terra (MDB-RS), ex-ministro da Cidadania, é o mais cotado para substituir Mandetta...

Maia diz que Bolsonaro não tem coragem de demitir Mandetta e mudar política contra coronavírus

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta sexta-feira (3) que, apesar dos ataques, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não tem coragem de demitir o ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde) e mudar a política de enfrentamento ao coronavírus.

As declarações foram feitas durante videoconferência promovida pelo jornal Valor Econômico com o banco Itaú e que contou com a participação de Mário Mesquita, economista-chefe do banco...

Contrariando Bolsonaro, Ministro da Saúde diz que quarentena deve continuar e que não é hora de carreatas

O Ministro da saúde, Henrique Mandetta, em balanço realizado na tarde deste sábado (28), em Brasília, contrariando ideias recentes do presidente Jair Bolsonaro, disse que o país precisa continuar com as medidas de quarentena contra a COVID-19 e que não é hora de carreatas.

A declaração ocorreu no momento em que o número de mortos no Brasil ultrapassou a marca de 100 casos. Contrariando a ideia de um quarentena “vertical", termo usado pelo Presidente Jair Bolsonaro, o Ministro disse que a orientação "é ficar em casa, parado" até que o poder público "consiga colocar os equipamentos na mão dos profissionais que precisam"...

Bolsonaro contradiz ministro Mandetta, da Saúde, e trata coronavírus como gripezinha

Na Tarde em que o Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, afirmou, em videoconferência para empresários, ao lado do presidente, que o sistema de saúde do país pode entrar em colapso no fim de abril, por conta da proliferação do novo coronavírus, Bolsonaro deu mais uma escorregada verbal  e desdenhou da doença a qual classificou de “gripezinha”.

O presidente, que já tinha classificado o novo coronavírus como "fantasia" e que "não é o que se propaga", voltou a subestimar o vírus e não se mostrou amedrontado caso ele venha a ser diagnosticado com a doença: "Depois da facada, não vai ser uma gripezinha que vai me derrubar, tá ok?”, disse...