RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 52 registros para a palavra: Horário de Verão

Mesmo sem horário de verão, usuários relatam que celulares adiantaram hora

Apesar de ter sido revogado por Jair Bolsonaro, o horário de verão – ou a falta dele – agitou as redes sociais na madrugada deste domingo (20). No Twitter, centenas de usuários relataram que os celulares adiantaram automaticamente em 1 hora e questionaram o horário certo.

O problema já era previsto. Na última sexta-feira, o Google havia publicado um anúncio oficial em seu blog recomendando que usuários de Android no Brasil alterassem as configurações automáticas de data e hora; saiba como fazer isso...

Bolsonaro afirma que deve extinguir o horário de verão este ano

Em um café da manhã com jornalistas, nesta sexta-feira (5/4), o presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou a intenção de extinguir o horário de verão.

Apesar de dizer que a decisão final não está tomada, Bolsonaro indicou que o fim da mudança nos relógios pode ocorrer já este ano. “Não teremos horários de verão este ano, está quase certo”, disse o presidente...

Horário de verão começou neste domingo, mas pouca coisa muda na região


Começou às 0h de ontem (domingo, 04) o horário de verão, com o adiantamento dos relógios em uma hora nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Goiás, Rio Grande do Sul, Paraná, e Santa Catarina. A Bahia e Pernambuco, como em anos anteriores, não entram na lista e Juazeiro, Petrolina e cidades da região não precisarão se enquadrar ao novo horário nacional.

Para quem mora ou trabalha por aqui é importante ficar atento a serviços bancários, aeroportos, casas lotéricas, instituições federais, que em alguns casos obedecem ao fuso horário de Brasília. No caso dos bancos é importante consultar o horário de funcionamento da agencia, já que serviços como Docs, Teds e aplicativos funcionam pelo horário de verão, mesmo que não aconteça mudanças no horário de abertura e fechamento das agências...

Começa o horário de verão 2018 e embora a alteração não ocorra no Norte e Nordeste, serviços nacionais são afetados e exigem atenção

Começa neste fim de semana o horário de verão 2018, quando os relógios devem ser adiantados em uma hora em 11 estados do Brasil. A mudança, que abrange as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, terá início a partir de zero hora do domingo (4) e segue até o terceiro domingo de fevereiro do próximo ano. Nas regiões Norte e Nordeste, o fuso permanece inalterado.

Com a mudança, os brasileiros precisam ficar atentos, pois a alteração afeta serviços em escala nacional. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e as companhias aéreas informam que os passageiros devem seguir o horário indicado nos bilhetes aéreos. As empresas vão emitir as passagens em horário local, sendo o embarque na hora vigente na cidade de origem e o desembarque de acordo com o horário de destino. A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) orienta que “caso haja qualquer dúvida, especialmente nas datas de início ou fim do Horário Brasileiro de Verão, a orientação é consulta diretamente a companhia aérea”...

Horário de verão tem início a 0h deste domingo em 11 estados; Bahia segue fora

A partir da 0h do próximo domingo (4), os brasileiros de dez estados e do Distrito Federal devem ajustar os relógios para dar início ao horário de verão. O horário adiantado em uma hora em relação ao horário normal ficará em vigor até a 0h do dia 15 de fevereiro de 2019.

Os estados afetados são: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Espírito Santo e o Distrito Federal. As informações são da Agência Brasil.

O Ministério de Minas e Energia explica que as regiões Norte e Nordeste não adotam o horário de verão porque a hora adiantada é mais eficaz nas regiões mais distantes da Linha do Equador, onde há uma diferença mais significativa na luminosidade do dia entre o verão e o inverno.

Nos estados do Centro-Oeste, Sudeste e Sul do país, os dias de verão são mais longos. O objetivo é estimular as pessoas e as empresas a encerrarem as atividades do dia mais cedo, a aproveitarem a iluminação natural e evitar que equipamentos eletrônicos sejam ligados para reduzir o consumo e a demanda energética no horário das 18h às 21h.

O ministério explica que no período também há aumento da temperatura e consequente aumento do uso de aparelhos de ar-condicionado, o que neutraliza o impacto no sistema elétrico.

VOOS

Com o início do horário de verão no próximo fim de semana, a Infraero informou que os aeroportos da rede nas regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste funcionarão de acordo com o horário especial.

A empresa recomenda aos passageiros que, em caso de dúvidas sobre os horários de voos, entrem em contato com as companhias aéreas.

ENEM

No domingo, será realizada a primeira etapa do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2018. O Ministério da Educação divulgou diferentes horários de abertura e fechamento dos portões nos locais de provas. ..

Bancos: Com a chegada do Horário de Verão neste domingo (04) Juazeiro continua funcionando  das 10h ás 15h

Neste domingo, 04, começa o Horário de Verão. A população de Juazeiro e região devem ficar atentas ao horário de serviços que seguem o horário de Brasília.  Em Juazeiro, desde 18 de fevereiro deste ano foi tomada a decisão em reunião entre gerentes dos bancos de Juazeiro e Sindicato dos Bancários do município para que as agências mudassem o horário tradicional e continuassem atendendo o público diariamente das 10h às 15h, após o horário de verão.

O presidente do Sindicato, Maribaldes da Purificação ressalta que com a chegada do horário de verão, as agências do município permanecem no mesmo horário. "Comunicamos aos clientes bancários que todas as agências irão funcionar a partir do dia 04 de novembro no mesmo horário que já estão acostumados, das 10h da manhã ás 15h da tarde. Essa decisão foi de suma importância para melhorar a segurança dos bancários e clientes, além de beneficiar o fluxo das agências em Juazeiro", disse Maribaldes...

Celulares migram para horário de verão na data errada; saiba reverter

Usuários de Android e iOS (iPhone) relataram no Twitter que os seus celulares mudaram de hora sozinhos na madrugada deste domingo (21). Assim que deu 0h de 21 de outubro, os smartphones adiantaram uma hora, dando a impressão de que o horário de verão tinha entrado em vigor. Com o impasse sobre a data de entrada do horário de verão, esta é a segunda vez que o erro ocorre.

Na última segunda-feira (15), o mesmo erro afetou aparelhos de usuários da operadora TIM. Agora, a falha, aparentemente, atinge clientes da Vivo, TIM e Claro, segundo o 'TechTudo'. Para não errar a hora dos compromissos, é possível ajustar o relógio do celular. Veja como:..

Governo decide manter começo do horário de verão em 4 de novembro

O Palácio do Planalto informou que o início do horário de verão será mantido no dia 4 de novembro, cancelando um novo adiamento.  No horário de verão, os relógios devem ser adiantados em uma hora. O horário é adotado nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.

Geralmente, o horário começa em outubro, mas foi adiado para novembro em virtude do segundo turno das eleições. No começo do mês, o governo federal chegou a anunciar que adiou o início do horário de verão para o dia 18 de novembro por causa de um pedido feito pelo Ministério da Educação para não prejudicar os candidatos do Enem. O exame será aplicado em dois domingos. O primeiro deles será o dia 4 de novembro...

Com Enem, horário de verão começa no dia 18 de novembro

A um mês das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o governo federal adiou o início do horário de verão para o dia 18 de novembro. O texto com a decisão será publicado no Diário Oficial da União. A data final para o horário de verão foi mantida para o terceiro domingo de fevereiro de 2019.

Nas redes sociais, o ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, comemorou a mudança. “Candidatos terão mais tranquilidade para fazer as provas! Caso o horário de verão iniciasse no primeiro dia de provas do Enem, como estava previsto, muito provavelmente acarretaria prejuízos aos participantes.”..

Enem: MEC aguarda decisão sobre adiamento do horário de verão

O Ministério da Educação (MEC) aguarda resposta do presidente Michel Temer sobre a possibilidade de adiar o início do horário de verão por conta do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O horário de verão está previsto para começar no dia 4 de novembro próximo, data do primeiro domingo de provas do exame.

“O presidente ficou muito sensibilizado, entendeu que é muito importante. [Ele] está recebendo os estudos técnicos do Ministério de Minas e Energia sobre o impacto disso e, quando tiver todas as informações, vai tomar a decisão. A gente espera que seja nos próximos dias”, disse hoje (2), à Agência Brasil, o ministro da  Educação, Rossieli Soares.  ..

Horário de verão começa em novembro para não atrapalhar eleições

Foto: Renato Araújo/ABr (Arquivo)

À meia-noite do dia quatro de novembro, um domingo, os brasileiros devem adiantar os relógios em uma hora porque começa o horário de verão de 2018. O novo horário durará por cerca de três meses, até o dia 16 de fevereiro do ano que vem, o terceiro sábado do mês...

Horário de verão termina neste fim de semana

O horário de verão terminará neste fim de semana. Dessa forma, os relógios nos estados das regiões Sul, Sudeste, e Centro-Oeste deverão ser atrasados em uma hora à meia-noite de domingo. A hora de verão atual está em vigor desde o dia 15 de outubro de 2017. Neste ano, ele será retomado apenas no mês de novembro. A mudança ocorre em razão das eleições.

No ano passado, o governo chegou a estudar o fim do horário de verão, com o argumento de que as economias geradas seriam menores que os transtornos. Como a discussão ocorreu próxima ao início da vigência, ela foi suspensa, pois não haveria tempo de consultar a população...

Governo reduz horário de verão para atender calendário das eleições 2018

O presidente Michel Temer assinou um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a valer no primeiro domingo de novembro. Este ano, o horário de verão está em vigor desde o terceiro domingo de outubro. A data do final não foi modificada e continuará sendo o terceiro domingo de fevereiro.

A redução atende a pedido do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, que solicitou a mudança na vigência do horário de verão de 2018 por causa das eleições. Segundo o tribunal, a medida facilitará a apuração dos votos, uma vez que o país não terá uma diferença tão extensa de fusos horários. O primeiro turno da eleição de 2018 será dia 7 de outubro e o segundo, dia 28 do mesmo mês. ..

TSE pede que governo mude horário de verão 2018 devido às eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) quer que o governo federal mude a data do horário de verão do próximo ano. O presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, entregou um ofício solicitando que em 2018 o horário de verão comece após o segundo turno das eleições gerais. Normalmente, o horário de verão começa no mês de outubro.

Em nota divulgada em seu site, o TSE explica que “a razão do pedido é garantir que os diferentes fusos horários existentes no Brasil, acentuados pela mudança de ponteiros que tradicionalmente ocorre nos meses de verão nas regiões do Centro-Sul do país, não causem atrasos na apuração dos votos e na divulgação do resultado das eleições”...

Com horário de verão no restante do país, bancos no interior da Bahia estão abrindo uma hora mais cedo

Apesar do estado da Bahia ficar de fora do horário de verão mais uma vez, a população sofre com a mudança do horário. Exemplo, o funcionamento de algumas agências bancárias e serviços de casas lotéricas serão alterados no estado. Apenas em cidades do interior, os bancos vão antecipar o expediente em uma hora. Os apostadores que vão às casas lotéricas devem ficar atentos, pois o serviço segue o horário de Brasília e deve ser feito até as 18h. ..

Horário de verão começa domingo; veja quem deve mudar o relógio

O horário de verão de 2017 começa à 0h do próximo domingo (15). Com isso, os relógios deverão ser adiantados uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. A medida se encerrará à meia-noite de 18 de fevereiro de 2018, quando os relógios deverão ser atrasados nessas regiões.

Neste ano, o governo chegou a discutir a validade de manter o horário de verão, já que a medida vem perdendo eficácia do ponto de vista de economia energética. Dados do Operador Nacional do Sistema (ONS) mostraram que a economia com o horário de verão em 2016/2017 foi de 159,5 milhões de reais, menos que os 162 milhões de reais da temporada 2015/2016...

Escassez de chuvas e baixo nível dos reservatórios são justificativas do Governo Federal para manter horário de verão

A escassez de chuvas e o baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas este ano pesou na decisão do governo de manter o horário de verão este ano. Apesar de descartar o acionamento das usinas termelétricas, cujo custo está acima do preço da energia no mercado à vista, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) autorizou o aumento da importação de energia da Argentina e do Uruguai e uma campanha de estímulo à economia de energia.

Além disso, a expectativa é que, em outubro, o governo deve passar a cobrar a bandeira vermelha, possivelmente na faixa dois. Atualmente, está em vigor a tarifa amarela na cobrança da conta de luz. Essa tarifa representa um acréscimo de R$ 2 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Com a adoção da tarifa vermelha, o preço da tarifa de energia passa a ter um acréscimo vai a R$ 3 por 100 kWh. No caso do patamar dois, esse valor seria maior: R$ 3,50 a cada 100 kWh consumidos...

Governo Federal estuda acabar com horário de Verão

O Governo Federal estuda acabar com o horário de verão. O assunto está em avaliação na Casa Civil e caberá ao presidente Michel Temer bater o martelo. A intenção da equipe envolvida nas discussões é decidir sobre o tema nas próximas semanas, já que o próximo período de vigência do horário diferenciado está previsto para começar em outubro até fevereiro.

O horário de verão foi criado com o objetivo de economizar energia elétrica durante o período em que está em vigor. Um estudo do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e do Ministério de Minas e Energia concluiu, no entanto, que essa política pública traz efeitos “ próximos à neutralidade” com relação à economia de energia elétrica. Ou seja, o principal objetivo da medida, economizar eletricidade, não é mais atingido. Foi a partir daí que o assunto passou a ser analisado...

Horário de Verão gerou economia de R$ 159 milhões ao país

Vigente de 16 de outubro de 2016 a 19 de fevereiro de 2017, o Horário de Verão proporcionou uma economia de R$ 159 milhões, consequência da redução do acionamento de usinas térmicas nesse período. Embora tenha ficado abaixo do número do ano passado, que chegou a R$ 162 milhões, o índice foi mais alto que o previsto pelo governo federal. A estimativa era de R$ 147,5 milhões. De acordo com informações da Agência Brasil, citando o Operador Nacional do Sistema Elétrico, no Sistema Sul, houve uma redução de 4,3% na demanda no horário de pico – entre 18h e 21h.

No Sistema Sudeste/Centro-Oeste, essa redução foi equivalente ao atendimento da metade da carga da cidade do Rio de Janeiro nesse horário. Já em Florianópolis, representou o dobro. O Ministério de Minas e Energia destaca que além da economia financeira, a medida gera ganhos qualitativos com a redução do consumo no horário de pico, com a diminuição dos carregamentos no sistema de transmissão e a maior flexibilidade operativa para realização de manutenções em equipamentos e redução de cortes de carga em situações de emergência. ..

Horário de verão termina neste domingo; relógios devem ser atrasados em uma hora

O horário de verão acabou à 0h deste domingo (19), com isso os relógios devem ser atrasados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. De acordo com o secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, Fábio Alves, a mudança tem como objetivo principal a redução no consumo de energia elétrica no horário de pico, entre 18h e 21h.

"O verão é o período que naturalmente demora a anoitecer, o dia é maior. Ou seja, com o horário de verão, é possível aproveitar a luz natural para gerar um melhor aproveitamento da energia", explica. Com isso, o uso de energia gerada por termelétricas pode ser evitado, reduzindo o custo da geração de eletricidade para o país...