RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 4 registros para a palavra: Em Dubai

Em Dubai, Bolsonaro diz: “Amazônia, por ser uma floresta úmida, não pega fogo”

Durante a abertura do Invest in Brazil Forum (evento com investidores), em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta segunda-feira (15) que os ataques sofridos pelo Brasil sobre o desmatamento na Amazônia “não são justos”.

“Nós queremos que os senhores conheçam o Brasil de fato. Uma viagem, um passeio pela Amazônia é algo fantástico…. Até para que os senhores vejam que a nossa Amazônia, por ser uma floresta úmida, não pega fogo, que os senhores vejam, realmente, o que ela tem”, disse Bolsonaro em Dubai...

Petista, tucano e presidente do Senado são hostilizados em Dubai

Circula pelas redes sociais desde o último sábado (14) um vídeo no qual dois brasileiros hostilizam o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), e os senadores Jorge Viana (PT-AC) e Antônio Anastasia (PSDB-MG) em sala vip do aeroporto de Dubai, nos Emirados Árabes.

Inicialmente, o homem questiona o fato de parlamentares de siglas e posicionamentos diferentes estarem juntos. Em seguida despeja xingamentos, como "bando de ratos vagabundos", "ladrões" e "nojentos"...

Pinheiro participa de conferência mundial sobre gerenciamento da internet em Dubai

 
O senador Walter Pinheiro (PT/BA) participou na manhã desta segunda-feira (3) da abertura da Conferência Mundial de Telecomunicações Internacionais 2012, ao lado do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, chefe da delegação Brasileira. O evento é organizado pela União Internacional de Telecomunicações (UTI), das Nações Unidas, e acontece em Dubai, nos Emirados Árabes, até o dia 14 de dezembro. A conferência vai decidir como a internet será gerenciada nos próximos anos. Também atualizará os padrões internacionais para o setor, o que desperta a preocupação de organizações civis e de empresas de internet, por isso a necessidade de rever os Regulamentos de Telecomunicações Internacionais (ITR).

No pacote de sugestões da delegação brasileira, estão três propostas do senador Pinheiro, membro titular da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) do Senado Federal. As contribuições do parlamentar para as alterações dos Regulamentos Internacionais de Telecomunicações (ITRs) no âmbito da UIT/ONU seguem  as prioridades de incorporar propostas e garantias cidadãs ao texto do Regulamento, com enfoque em três pontos: segurança, saúde e inclusão social, por meio da facilitação do acesso aos serviços – ainda ausentes nos princípios da UIT.

Um exemplo é a importância das telecomunicações em serviços de socorro e de emergência, como os que podem ser incorporados aos Centros de Desastres, que são fundamentais para o alívio e prevenção de tragédias. Outro destaque é a utilização desses acordos técnicos para garantir progressos nas regras, estabelecendo cooperações que trarão mais acesso dos cidadãos à educação e saúde e outros serviços de inclusão, como nas áreas econômicas, a exemplo da “bancarização” – como se popularizou o serviço de pagamentos bancários por meio de celulares, também já proposto por Pinheiro na forma de projeto de lei.

Segundo o senador, nos próximos dias, os membros dos governos reunidos em Dubai buscarão atualizar as regras das telecomunicações. “O documento final vai definir os princípios gerais para a prestação de serviços e exploração das telecomunicações internacionais. As novas regras vão estabelecer as bases para a inovação e o crescimento do mercado. Um dos maiores desafios da Conferência será também o problema chave da governança da Internet”, explicou. Ainda segundo o senador, a última vez que isso ocorreu foi em 1988. De lá para cá, muita coisa aconteceu – a começar pela internet comercial...

COOPERCUC representa o Brasil entre as sete melhores práticas premiadas pela Caixa que concorrerão ao Prêmio Internacional em DUBAI

Como parte da premiação do Programa Caixa Melhores Práticas em Gestão Local 2012, as 20 práticas premiadas foram inscritas pela Caixa para participação no Prêmio Internacional de Dubai. Dentre as inscritas, nove foram classificadas entre as 105 melhores práticas do mundo, dentre as quais sete se classificaram no Top 48 mundial e seguem para etapa final do concurso. A previsão é de que o júri internacional se reúna em esta semana e que até o final de novembro seja realizada a cerimônia de premiação das 12 melhores práticas do mundo.

PRÊMIO INTERNACIONAL DE DUBAI – Neste ciclo, foram inscritos cerca de 360 projetos de vários países, sendo 30 do Brasil. Mais uma vez a diversidade regional está presente no conjunto das práticas classificadas entre as 105 melhores, sendo duas da região nordeste, cinco da região sudeste e duas da região sul. As 105 melhores práticas do mundo farão parte do banco de dados do programa internacional da ONU/Habitat - “Best Practices and Local Leadership Programme”, sendo consideradas referências, merecedoras e passíveis de reaplicação em âmbito internacional. Os 12 projetos vencedores serão premiados com troféu, certificado e US$ 30 mil...