RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 477 registros para a palavra: Deputados

PROVÁVEIS DEPUTADOS ELEITOS

Com 85,82 % dos votos apurados eis os prováveis deputados estaduais eleitos:

..

MESSIAS APARECIDO: “DEPUTADOS DA REGIÃO SÃO UM FRACASSO NO PARLAMENTO”

No debate da RJ nesta quinta-feira (30), o candidato Messias Aparecido (PHS) ao comentar sobre segurança pública declarou que os deputados da região são um fracasso no parlamento. “Eles não deveriam trocar os seus princípios por cargos, como geralmente se registra no município e no Estado. A falta de segurança é um problema sério em Juazeiro, na Bahia e no Brasil. Os jovens por não têm alternativa de emprego e educação de qualidade, com isso, estão sendo vítimas do submundo das drogas”, declarou o postulante do Partido Humanista da Solidariedade. ..

Agrovale recebe deputados

Na manhã desta quarta-feira (22), uma visita a Agrovale marcou o início da agenda do deputado estadual e candidato à reeleição Ciro Coelho (PSB). Na companhia do deputado federal e também candidato à reeleição Fernando Filho (PSB) e do ex vereador  César Durando, Ciro explanou as suas ideias e propostas para os cerca de 150 funcionários da empresa. ..

ELEIÇÕES 2010 - 2º DEBATE DOS CANDIDATOS A DEPUTADO ESTADUAL / BLOG E RÁDIO JUAZEIRO

..

Entenda como são eleitos os deputados

Nas eleições proporcionais, nem sempre o candidato mais votado é eleito. Isso porque os votos são dividios pelo partido ou coligação, não pertencendo ao candidato. Se um partido não alcançar o quociente eleitoral, um candidato do partido, por mais votos que tenha, não será eleito. Por outro lado, um candidato com poucos votos pode ser eleito, se ele pertencer a um partido que teve votos de sobra.

..

População de Ouricuri saúda deputados do PSB

Um grande jantar foi promovido na noite de ontem (27) por empresários e políticos da cidade de Ouricuri para receber o deputado estadual e candidato à reeleição Ciro Coelho(PSB) e o deputado federal e também candidato à reeleição Fernando Filho(PSB). Muito animado,  o público prestigiou todo o evento e em nome da população o ex prefeito da cidade Chico Coelho agradeceu ao deputado Ciro Coelho pela implantação de projetos que levam água tratada e de boa qualidade para a comunidade do interior.  Antes de chegarem ao local, Ciro Coelho e Fernando Filho realizaram uma caminhada em Jatobá, zona rural da cidade. ..

DEPUTADOS BAIANOS SÃO DESTAQUES EM LISTA

Sete deputados federais da Bahia são destaque na lista dos 100 mais influentes parlamentares da Câmara dos Deputados segundo lista elaborada pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). A lista avalia a atuação de cada um desde sua posse após as últimas eleições. Daniel Almeida (PCdoB), Alice Portugal (PCdoB), João Almeida (PSDB), Jutahy Júnior (PSDB) e Sérgio Barradas Carneiro (PT), ACM Neto (DEM) e José Carlos Aleluia (DEM) estão destacados pelo órgão, sendo que os dois últimos surgem na lista do dez mais influentes. Destes, apenas Aleluia não tenta a reeleição, mas sim assumir uma cadeira no Senado. Entretanto, não vai bem nas pesquisas e aparece geralmente na quinta posição para as duas vagas disponíveis. ..

Patrimônio de 28 deputados federais baianos aumenta 61,8% em quatro anos

Embora tenham salários e benefícios maiores que os parlamentares da Assembleia Legislativa da Bahia, os deputados federais baianos acumularam um crescimento patrimonial inferior ao dos seus colegas que atuam no Estado, entre 2006 e 2010. São 39 representantes baianos na Câmara dos Deputados, dos quais 28 tiveram aumento do valor de seus bens, de acordo com declaração feita à Justiça Eleitoral. Juntos, o crescimento foi de R$ 15,5 milhões ou 61,8%. Na Assembleia, o patrimônio dos deputados cresceu 89% – R$ 23,4 milhões em valores absolutos. 

Embora o número de deputados na Assembleia seja maior (63), o que torna inadequada a comparação em valores absolutos, é possível comparar o percentual dos aumentos – parlamentares da Bahia enriqueceram mais do que os federais. O salário líquido de um deputado estadual é cerca de R$ 9 mil, enquanto a remuneração da Câmara dos Deputados, líquida, está em aproximadamente R$ 12 mil. ..

DEPUTADOS BATEM RECORDE DE FALTAS EM 2010

No primeiro semestre de 2010, os deputados federais brasileiros registraram o maior número de faltas em sessões deliberativas em plenário, em comparação aos semestres anteriores desde 2007. Ao todo, os deputados faltaram 7.567 vezes, justificadamente ou não, o que representa 25,6% de ausências. Foram realizadas 59 sessões deliberativas realizadas entre fevereiro e julho. O número de faltas quase dobrou em relação ao primeiro semestre do ano passado, quando foram registradas 4.892 faltas. O total de ausências nesses seis meses foi quase igual ao número de faltas registradas durante todo o ano de 2008, quando os deputados tiveram 7.643 faltas. O campeão de ausências foi o deputado Affonso Camargo (PSDB-PR), que compareceu em apenas sete sessões das 59 reuniões deliberativas realizadas no período. Em seguida, está o parlamentar maranhense Zé Vieira (PR), que faltou a 49 sessões, e o deputado Jader Barbalho (PMDB-PA), que faltou a 80% das sessões (47 ausências). Informações do Congresso em Foco. ..

Dados do Siga Brasil apontam desempenho dos partidos na liberação de recursos para a Bahia

Dados levantados no Siga Brasil – Sistema de fiscalização do orçamento, trazem dados surpreendentes em relação à atuação do Partido Verde e do DEM no que diz respeito a recursos para a Bahia através de emendas individuais. O PV com apenas dois deputados, Edson Duarte e Edgar mão Branca, tiveram recursos da ordem de R$ 173,2 milhões aprovados na atual legislatura, sendo superados apenas pelo DEM que garantiu recursos da ordem de R$ 258,6 milhões. O desempenho dos parlamentares verdes fica evidente na proporcionalidade, uma vez que o DEM conta com 11 deputados e o PV com apenas 2. As emendas do deputado Luís Bassuma não foram computadas para o PV uma vez que sua filiação se deu recentemente.

O deputado Edson Duarte, líder do Partido Verde na Câmara dos Deputados, atribui a aprovação de valores tão relevantes à qualidade dos projetos apresentados, que segundo ele não deixam margens para reprovação. “Recebo solicitações da Codevasf, com projetos para a região do São Francisco, de universidades baianas e institutos de pesquisas, embasados com critérios técnicos que dificilmente seriam descartados como inconsistentes”, justifica o deputado...

Jovens poderão ser deputados por uma semana

A Câmara dos Deputados abre inscrições para o Parlamento Jovem Brasileiro, que será realizado entre 8 e 12 de novembro. Em sua sétima edição, o evento apresenta como tema "O Jovem e o Mercado de Trabalho". O programa permitirá que 78 estudantes de escolas públicas e particulares de todo o País conheçam e vivenciem a rotina dos trabalhos legislativos na Câmara, despertando uma reflexão sobre a representação política. Para participar, é necessário ter entre 16 e 22 anos e estar matriculado e frequentando regularmente o terceiro ano do ensino médio. 

O interessado deverá preencher uma ficha de inscrição, criar um projeto de lei e entregá-los na escola onde estuda. As propostas, que deverão ser encaminhadas às Secretarias Estatuais de Educação até 20 de agosto, devem tratar de temas nas áreas de agricultura e meio ambiente; saúde e segurança Pública; economia, emprego e defesa do consumidor; educação, cultura, esporte e turismo. A lista com os selecionados será divulgada em 4 de outubro, na página do Parlamento Jovem.
 
Primeiro emprego

Representante do Espírito Santo no Parlamento Jovem 2009, Leandro Ferreira, de 17 anos, conta que a participação no projeto o ajudou a conseguir seu primeiro emprego e foi primordial na escolha da profissão que pretende seguir: Direito. teve aprovado seu projeto que propõe a substituição de copo descartável por canecas personalizadas em todas as repartições públicas do País. O programa ainda lhe proporcionou conhecer a Capital. "Brasília é uma cidade planejada, diferente de todas as outras", lembra.
..

55 deputados federais faltam a mais de 25% das sessões plenárias

Um em cada dez deputados federais teria sido reprovado por faltas se estivesse freqüentando uma escola em vez de a Câmara dos Deputados. Políticos de MG, RS e BA são os mais ausentes; entre os partidos grandes, DEM é o líder.

De acordo com dados do projeto Excelências (www.excelencias.org.br), da Transparência Brasil, 55 deputados faltaram a mais de 25% das sessões plenárias que ocorreram entre fevereiro de 2007 e maio de 2010...

Jaques Wagner e deputados são acionados por propaganda antecipada

Uma representação contra o Partido Progressista (PP), o governador da Bahia, Jaques Wagner, o deputado federal João Leão e o deputado estadual Luiz Argolo por propaganda eleitoral antecipada foi protocolada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) pela Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE/BA). Por meio da análise de gravações dos programas partidários do PP veiculadas na televisão, a PRE constatou que “o partido e os políticos utilizaram indevidamente o espaço destinado à inserção partidária para realizar propaganda fora de época”.

Programas de 30 segundos do PP foram veiculados na televisão entre os meses de abril e maio de 2010. Neles, os deputados exaltavam realizações pessoais ou do governo Wagner, demonstrando proximidade entre o partido e o governo Lula. Em uma das inserções, o deputado Aderbal Caldas também exalta o governo da Bahia. Segundo nota da PRE, na representação, é solicitado a condenação dos réus ao pagamento de multa que pode variar de 5 mil a 25 mil reais e que deve ser fixada levando em conta o significativo alcance do meio utilizado, no caso, a televisão. (Correio)

..

DEPUTADOS DO DEM AMEAÇAM APOIO A SERRA NA BA

Ficou tão séria a discussão sobre a coligação proporcional entre o DEM e o PSDB, ao ponto de os deputados estaduais democratas ameaçarem não apoiar a candidatura de José Serra à presidência da República aqui na Bahia, caso os tucanos optem por formar a chapa sozinhos. Os parlamentares do DEM e PTN se reuniram nesta segunda-feira (7) e deram até um ultimato à coordenadora nacional da campanha de Serra, a senadora Marisa Serrano (PSDB-MS). A ordem é a de que encaminhem um posicionamento até a próxima sexta (11), já que no dia seguinte é a convenção da sigla. Um dos líderes dessa articulação, Carlos Gaban (DEM) disse que abriria mão do projeto nacional. “Até acreditamos que Serra é o melhor para o nosso estado. Mas como podemos pedir voto para o líder de um partido se o seu grupo quer caminhar isolado? Política só tem sucesso quando trabalhamos em equipe”, enfatizou. Nas contas do político, caso seja firmada a coligação entre DEM, PSDB e PTN, a ala ficará com condições reais de eleger 14 deputados. Gaban espera que o impasse seja resolvido através do bom senso. "Nós do DEM somos 12, o PTN tem um. Então somos 13 no total. Agora o PSDB só tem um deputado e quer fazer isso com a gente. Não pode", avaliou. ..

Deputados não fecham acordo sobre benefício para os policiais

A falta de acordo entre as lideranças da Assembleia Legislativa ameaça deixar para o próximo ano a votação dos substitutivos ao Projeto de Lei 18.627/20010, que trata de benefícios para a Polícia Militar (PM), e que está prevista para acontecer na próxima terça-feira. A informação é do deputado estadual Zé Neto (PT), que criticou o rompimento do acordo entre governo e associações de policiais militares para que o projeto fosse a votação. O resultado da sessão conseguiu desagradar a vários setores.

O soldado Marco Prisco Caldas Machado, da Associação de Policiais, Bombeiros e FamiliaresdoEstadodaBahia (Aspra), avaliou que a categoria ganha muito se a matéria for aprovada, incluindo a questão dos proventos. "Vamos esperar que na terça-feira sejam votados os destaques para melhorar os salários da tropa", disse o soldado Marco Prisco O deputado Heraldo Rocha (DEM), líder da oposição na Assembleia Legislativa, acusa os deputados da situação de terem se ausentado da sessão justamente para evirar a votação.

Heraldo Rocha explicou que o substitutivo aprovado anteontem na Assembleia Legislativa é a emenda nº 1 , "que permite a incorporação da GAP (gratificação de atividade policial) pelo maior valor percebido por 12 meses contínuos ou pela média destes, como previsto no parecer", disse ele.

Caso a votação seja retomada no próximo dia 8 de junho, também serão apreciadas aemendan° 2,queprevê a antecipação dos vencimentos de 1° de setembro para 1° de maio, com pagamento retroativo; e a emenda n° 33, que aumenta de R$ 100 para R$ 400 o valor da incorporação da GAP ao soldo dos oficiais, e de R$ 100 para R$ 200 o valor da incorporação ao soldo dos praças da Polícia Militar da Bahia ..

De olho nos deputados ! Como votaram os deputados na PEC 300

A adesão à PEC 300 (que cria o piso salarial provisório a policiais e bombeiros militares de R$ 3,5 mil e R$ 7 mil – para praças e oficiais, respectivamente) não respeita orientação partidária, localização geográfica e corrente ideológica. No fundo, todos estão com medo de que uma recusa à PEC em ano eleitoral possa gerar danos nas urnas. 

Assim, a maioria da Mesa Diretora da Câmara  assinou o documento. À exceção do presidente, Michel Temer (PMDB-SP), e do primeiro vice, Marco Maia (PT-RS); todos os titulares assinaram. São eles: Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA), segundo vice-presidente; Rafael Guerra (PSDB-MG), primeiro secretário; Inocêncio Oliveira (PR-PE), segundo secretário; Odair Cunha (PT-MG), terceiro secretário; e Nelson Marquezelli (PTB-SP), quarto secretário...

Deputados aprovam projeto "ficha limpa" sem alterações no texto-base

Deputados rejeitaram na noite desta terça-feira (11) os últimos destaques do projeto “ficha limpa”, que foi mantido da mesma forma que foi aprovado na semana passada. O projeto impede o registro de candidaturas de políticos com condenação por crimes graves. Agora, a proposta segue para ser votada no Senado e, se não houver alteração, irá para sanção presidencial. O objetivo maior dos apoiadores do projeto é que as mudanças possam ser adotadas ainda nas eleições deste ano.

Os favoráveis argumentam que, caso o projeto seja sancionado pelo presidente antes das convenções partidárias que definem os candidatos, as novas regras poderão ser aplicadas. Para os contrários, a proposta teria de ter sido aprovada no ano passado para ter validado em 2010. Ainda não há consenso entre magistrados do Tribunal Superior Eleitoral se, mesmo aprovado até junho, o projeto valerá para as eleições deste ano. O texto que irá para a análise do Senado é o mesmo que foi aprovado na semana passada, de autoria do relator, o deputado José Eduardo Cardozo (PT-SP).

Na sessão desta terça-feira, dois dos nove destaques foram retirados da votação. Outros seis também tiveram parecer contrário, após consenso entre os deputados. O único que gerou polêmica foi derrotado por 350 votos contra, 2 a favor e 2 abstenções. Ele previa a exclusão do texto-base de crimes “contra o meio ambiente e a saúde pública”. A decisão tinha o apoio da bancada ruralista. ..