RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 11 registros para a palavra: CPMI

Gilmar Mendes nega pedido de Eduardo Bolsonaro para suspender trabalhos da CPMI das Fake News

O ministro do STF, Gilmar Mendes rejeitou nesta quarta-feira (29), ação apresentada pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro solicitando a prorrogação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News, que está em andamento no Congresso nacional, sob o comando de dois baianos, o senador Angelo Coronel (PSD), presidente; e a deputada federal Lídice da Mata (PSB), relatora.

De acordo com Gilmar Mendes “Os fatos apurados pela CPI em tela assumem a mais alta relevância para a preservação da nossa ordem constitucional. Não à toa, há uma crescente preocupação mundial com os impactos que a disseminação de estratégias de desinformação e de notícias falsas tem provocado sobre os processos eleitorais”, justificou...

"Acusem-me do que quiserem, mas não podem me chamar de corrupta", diz Dayane Pimentel em CPMI das Fake News

Parlamentar baiana disse que, por honrar palavra, não aceitou imposição de Bolsonaro

A deputada federal e presidente do PSL na Bahia, Professora Dayane Pimentel, afirmou que não teme "fake news" que surgem contra ela: "Acusem-me do que quiserem, mas não podem me chamar de corrupta". A parlamentar disse que não aceitou a lista imposta pelo presidente Jair Bolsonaro ao partido para que Eduardo Bolsonaro fosse escolhido líder da sigla na Câmara dos Deputados porque quis manter palavra dada. "Não aceitei a lista deliberada pelo presidente, imposta dentro do nosso partido, porque eu tinha dado minha palavra", disse a parlamentar baiana durante discurso em apoio à deputada federal Joice Hasselmann, que depôs na quarta-feira (4), na CPMI das Fake News no Congresso Nacional...

CPMI quer aprofundar investigações sobre contas banidas pelo WhatsApp

- Senador baiano Angelo Coronel preside a CPMI das FakeNews -

O WhatsApp declarou que mais de 400 mil contas do Brasil teriam sido banidas entre os dias 15 de agosto e 28 de outubro de 2018, período que engloba as eleições do ano passado. Os dados  foram disponibilizados em um documento enviado pela empresa à CPI das FakeNews, presidida pelo senador baiano Angelo Coronel e criada para investigar conteúdos falsos disseminados na internet.

O documento foi encaminhado pelo WhatsApp ao colegiado na semana passada e já está disponível no sistema da CPMI desde esta segunda-feira (18). A Comissão quer agora que a empresa disponibilize os dados das contas banidas para tentar chegar aos envolvidos em disseminação em massa, via robôs, de conteúdos falsoS e disseminação de ódio nas redes. ..

CPMI das Fake News: Angelo Coronel cobra cumprimento dos prazos regimentais ao presidente do senado

O senador baiano Angelo Coronel, presidente da CPMI das Fake News, solicitou nesta quarta-feira (30) ao presidente do senado, Davi Alcolumbre, que os prazos regimentais para a investigações na comissão parlamentar sejam respeitados, dando aos senadores e deputados que compõem a comissão a possibilidade de dar uma resposta á sociedade.

De acordo com Coronel muitos depoimentos importantes estão agendados, a exemplo da deputada federal Joice Hasselmann e o blogueiro Allan dos Santos, do site terça-livre. Nesta quarta-feira a comissão ouviu o deputado federal Alexandre Frota, que deixou o PSL após confronto com os filhos do presidente...

CPMI das Fake News: Angelo Coronel avalia como possível a convocação de Carlos Bolsonaro como depoente

- CPMI das Fake News tem baianos na presidencia e na relatoria -

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito, cuja presidência está a cargo do senador baiano Angelo Coronel e a relatoria da também baiana, senadora Lídice da Mata, teve um dia agitado, ontem (17), com debates acalorados e manobras regimentais para dificultar o andamento dos trabalhos.

De um lado os deputados e senadores que querem explorar o tema, que incluiu o uso das Fake News no último processo eleitoral, e do outro lado a base do governo, que tenta impedir a convocação de pessoas ligadas ao governo, a exemplo de vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente da república.

Segundo Coronel, a controvérsia envolveria a tentativa de identificar “quem influenciou as eleições passadas via perfil falso ou via abuso do poder econômico, montando bunker no Brasil ou fora”...

Obstrução do PSL impediu votação do plano de trabalho da relatora Lídice da Mata na CPMI das Fake News

O apresentação do Plano de trabalho na CPMI das Fake News, cuja relatora é a senadora baiana Lídice da Mata (PSB), não teve votação concluída nesta terça-feira (17) em função de obstrução da bancada do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro. A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito, cuja presidência está  cargo de outro baiano, o senador Angelo Coronel (PSD), teve um dia agitado, com debates acalorados, manobras regimentais e o esvaziamento da comissão para não permitir a votação do plano de trabalho.

Lídice sugeriu no texto temáticas a serem abordadas durante o funcionamento da CPI: conceituação e delimitação das fake news e seus impactos na sociedade; cyberbullying, aliciamento e orientação de crianças para o cometimento de crimes de ódio e suicídio; consequências econômicas da produção e disseminação das notícias falsas que atentam contra a democracia no mundo e o ponto de ebulição piolítica, que investigaria esquemas de financiamento, produção e disseminação de fake news com o intuito de lesar o processo eleitoral, entre outras. ..

CPMI das Fake News vai chamar Carlos Bolsonaro e apurar WhatsApp na eleição

O filho do presidente da República, Jair Bolsonaro, o vereador lincenciado Carlos Bolsonaro terá de depor na CPI das Fake News. A relatora Lídice da Mata (PSB-Bahia) avaliou que “ele, Carlos Bolsonaro e outras pessoas serão convocados". "Todo agente público que tiver que ser ouvido pela comissão virá por meio de requerimento de convocação”, disse Lidice da Mata. A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Fake News também vai ouvir representantes de empresas de tecnologia e redes sociais como o Whatsapp, Twitter, Telegram, Facebook, Instagram e Google. 

A deputada Luizianne Lins (PT-CE) entende que esse é o primeiro passo para entender a magnitude das fake news no país. Contrário aos requerimentos para que representantes das empresas compareçam ao Congresso, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) entende que a CPI não tem fato determinado e a vinda de representantes das empresas é uma desculpa para se arranjar algo que possa ser investigado. ..

Alcolumbre volta a defender CPMI das Fake News

Na volta do recesso parlamentar em agosto, uma das prioridades de deputados e senadores deve ser a instalação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar a veiculação de notícias falsas. Entre as autoridades que tiveram o celular invadido por hackers o presidente do Congresso, o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) reforçou na última semana a importância da investigação.

“A ação indevida dos hackers leva ainda à produção de fake news, que só servem para gerar a confusão de informações e a manipulação da opinião pública. Combater esse crime não é dever só da polícia, o legislador também deve colaborar com soluções e leis mais transparentes para o bem de todos. É isso que queremos debater na CPMI que vai investigar as notícias falsas no Congresso Nacional”, disse Alcolumbre, em nota. ao saber que também foi alvo de invasão...

Bancada federal do PDT assina recriação da CPMI da Petrobras

 
Os 20 deputados federais da bancada do PDT na Câmara dos Deputados assinaram nesta terça-feira (03) o requerimento de recriação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras na nova legislatura iniciada no último domingo (01). A nova CPMI terá como foco a investigação das irregularidades ocorridas na estatal entre 2005 e 2015 e relacionadas à construção do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). Único deputado federal do PDT baiano e presidente estadual dos trabalhistas, Félix Mendonça Júnior defendeu o avanço das investigações. "Diante do que assistimos com perplexidade sobre a maior empresa brasileira, até então motivo de orgulho de todos nós, a manutenção desta CPMI é fundamental para que possamos, no futuro, voltar a nos orgulhar da Petrobras", asseverou Félix Júnior.
..

Congresso Nacional instala a CPMI do Cachoeira

Foi instalada na manhã desta quarta-feira (25/04) a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) com o objetivo de investigar as relações do empresário do ramo de jogos Carlinhos Cachoeira, preso na Operação Monte Carlo, da Polícia Federal.

Na abertura dos trabalhos, o líder do PT no senado, Walter Pinheiro (BA), fez o encaminhamento para a votação da indicação do presidente da CPMI, senador Vital do Rego (PMDB/PB), nome já anunciado, anteriormente, dentro da proporcionalidade das bancadas, e aprovado na sessão de hoje.  Para a relatoria, o PT indicou o deputado Odair Cunha (MG), nome também oficializado na sessão desta manhã...

Pinheiro anuncia nomes dos membros do bloco de apoio ao governo para integrar a CPMI do Cachoeira

O líder do PT no Senado, Walter Pinheiro (BA), anunciou ontem (24) os nomes dos senadores da base de apoio ao governo que  integrarão a CPMI, Comissão Parlamentar de Inquérito Mista criada para investigar as relações do empresário do ramo de jogos Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso na Operação Monte Carlo, da Polícia Federal.Os parlamentares foram indicados pelos líderes partidários na Câmara e no Senado, dentro da proporcionalidade. No caso do PT no Senado, serão titulares os senadores Humberto Costa (PT/PE) e José Pimentel (PT/CE). Como suplentes foram indicados os senadores Jorge Viana (AC), Wellington Dias (AC), Delcídio Amaral (MT) e o próprio líder petista, Walter Pinheiro (BA).

Além dos nomes dos seis petistas, outros quatro senadores também foram indicados dentro da cota do bloco de apoio ao governo (PT, PDT, PSB, PCdoB e do PRB), que tem direito a indicar cinco titulares e cinco suplentes.  Pelo PDT, ficaram definidos como membros os senadores Pedro Taques (MT) e Acyr Gurgacz (RO); e ainda pelo mesmo bloco foi indicada pelo PCdoB a senadora Vanessa Graziottin (AM) e Lídice da Matta (PSB), como titulares...