RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 21 registros para a palavra: sandro romilton

Caso Beatriz: Lúcia Mota e Sandro Romilton participam amanhã, sexta-feira (11), reconstituição crime

Os pais de Beatriz, Lúcia Mota e Sandro Romilton confirmaram a REDEGN que amanhã, sexta-feira (11) participam da reconstituição do crime do assassinato da filha Beatriz.

Questionado pela reportagem da REDEGN quanto a participação de Marcelo da Silva, o homem preso pelo assassinato da estudante Beatriz Mota, de 7 anos, na Esola Nossa Senhora Auxiliadora, a Superintendência da Polícia Civl não confirmou a participação dele em Petrolina. ..

Live: Últimos fatos e os desdobramentos do Caso Beatriz com a presença de Lucinha Mota e Sandro Romilton: Hoje às 19h na RedeGN

O Mês de dezembro foi de muita informação e desdobramentos sobre o caso Beatriz, e, como faz desde 2015, quando aconteceu a tragédia na família de Sandro e Lucinha Mota, com o assassinato da garota Beatriz Angélica, de apenas 7 anos, numa escola particular de Petrolina, a RedeGN sempre esteve atuando forte para que o caso não fosse esquecido, dando voz à família e buscando respostas nos órgão de segurança pública de Pernambuco.

Mais recentemente estivemos muito presente na caminhada de protesto feito por Lucinha Mota e Sandro Romilton, que viajaram mais de 700 Km, de Petrolina a Recife, para pedir agilidade no caso. Acompanhamos o dia a dia, cada passo, cada trecho percorrido, desde a saída, dando a divulgação necessária para que o justo protesto e os pedidos dos pais fossem alcançado por mais pessoas, em todos os recanto do Brasil...

Caso Beatriz: Sandro Romilton define como "humilhante" o tratamento recebido pelo Governo de Pernambuco. "Essa coletiva deixou mais dúvidas"

O professor Sandro Romilton define como "humilhante" o tratamento recebido pelo Governo de Pernambuco. Ele e a esposa, a dona de casa Lúcia Mota, saíram de Petrolina e chegaram ao Recife, na manhã de hoje, para acompanhar a coletiva de imprensa da Secretaria de Defesa Social, que prometeu detalhar a identificação do suspeito de assassinar a facadas uma das filhas do casal, a garota Beatriz Angélica Mota, em dezembro de 2015.

Sandro e Lucia foram impedidos de assistir à coletiva. Na tentativa de entrar no prédio da SDS, foram barrados. Após protestos, a mãe de Beatriz foi recebida pelo secretário Humberto Freire. "É humilhante você ser tratado dessa forma. Nós sempre colocamos à disposição dos delegados nossos telefones. Nessa hora importante, precisávamos ter um contato inicial, mas na verdade ficamos sabendo de tudo pela imprensa. É constrangedor e uma falta de respeito muito grande e até desumano", desabafa Sandro...

Caso Beatriz: Lúcia Mota e Sandro Romilton são impedidos de participar de coletiva no Recife

Representantes da Polícia Civil, Polícia Científica e Ministério Público de Pernambuco ainda não iniciaram coletiva com a imprensa com o objetivo de detalhar como chegaram ao assassino da menina Beatriz. A coletiva foi marcada para esta quarta-feira (12).

Os pais de Beatriz, Lúcia Mota e Sandro Romilton que viajaram para participar da coletiva no Recife, de acordo com filmagens obtidas através da live, foram proibidos de ter acesso ao encontro entre a Secretaria Defesa Social e a imprensa. Houve tumulto pois Sandro e Lúcia "justificam que não compreendem essa atitude das autoridades". Os representantes do Governo do Estado disseram que os pais de Beatriz seriam recebidos em outro momento, e não durante a coletiva...

Paulo Câmara convoca Lucinha Mota e Sandro Romilton para conversa, mas pais querem participação de comitiva: "Não entro sem eles, seria uma covardia"

Os pais da garota Beatriz Angélica, Lucinha Mota e Sandro Romilton, chegaram na manhã desta terça-feira (28) em Recife, após uma longa caminhada que partiu de Petrolina no começo de dezembro. Acompanhados da comitiva que acompanha o Caso Beatriz, todos se encontram em frente ao Palácio das Princesas, sede do Governo de Pernambuco, e esperam ser recebidos por Paulo Câmara sem seu gabinete.

Segundo Lucinha, em vídeo divulgado nas redes sociais, o governador Paulo Câmara já chamou ela e Sandro para uma conversa. Entretanto, os pais de Beatriz só revindicam que as outras demais pessoas que os acompanharam desde o início na caminhada, incluindo o advogado da família, também participem da reunião...

CASO BEATRIZ: CHEFE DA POLÍCIA CIVIL DE PERNAMBUCO TEM ENCONTRO COM LÚCIA MOTA E SANDRO ROMILTON E FALA SOBRE PRISÃO PREVENTIVA DE ACUSADO DE APAGAR IMAGENS

Lúcia Mota e Sandro Romilton, pais da garota Beatriz Angélica Mota, assassinada em dezembro de 2015 no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina, depois de participar de protestos pela manhã e acompanhar a sessão do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) que decretou nesta quarta-feira (12), a prisão preventiva de um prestador de serviço da escola em que a menina Beatriz Angélica foi assassinada com 42 facadas, que teria apagado as imagens do circuito interno da câmera de segurança da instituição de ensino, se reuniram com membros da Polícia Civil de Pernambuco.

Na reunião estiveram presentes a Delegada Polyanna Neri, Delegado Joselito Kehrle - Chefe da Polícia Civil de Pernambuco e o Delegado Jairo Marinho do DINTER 2 (Departamento do Interior). Ao final do encontro, o Chefe da Polícia Civil Joselito Kehrle falou à imprensa...

Caso Beatriz: Lúcia Mota e Sandro Romilton vão recorrer de decisão que indeferiu prisão de funcionário que apagou imagens do caso

O casal Lúcia Mota e Sandro Romildo, pais de Beatriz Angélica Mota, assassinada no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina, no dia 10 de dezembro de 2015, esteve no Programa Geraldo José (Transrio FM/Juazeiro AM) na tarde desta terça-feira (24) oportunidade em que eles comentaram as novas informações que circularam nos últimos dias nas redes sociais sobre o indeferimento da prisão de um ex-funcionário que apagou as imagens do caso, bem como sobre o período de férias da Delegada do caso Polyana Nery e do recurso que vão impetrar para sustar a decisão da Juíza que indeferiu a referida prisão solicitada pelo Ministério Público.

Confira a entrevista na íntegra abaixo:..

Coletiva: "Beatriz foi depositada no local onde foi encontrada morta”, diz perito criminal

O perito criminal Gilmário Lima, da Policia Civil de Pernambuco, especialista em homicídios, em entrevista coletiva concedida na manhã desta terça-feira(29), em Petrolina, apresentou detalhes do trabalho que vem sendo realizado no caso do assassinato da garota Beatriz Angélica, assassinada no dia 10 de dezembro de 2015, nas dependências do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora.

De acordo com Gilmário, as perícias realizadas no local apontam para a possibilidade de o crime não ter acontecido no local onde o corpo foi encontrado. “Os resultados indicam que muito provavelmente Beatriz foi depositada naquele local... Não foi morta naquele local... Temos outras informações, mas não podemos revelar agora...”, disse o perito em trechos da entrevista...

Grupo “Beatriz Clama por justiça” publica nota de repúdio pelo que considera “desinteresse e descaso do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora”

 

Publicação postada nas redes sociais pelo grupo “Beatriz Clama por Justiça e compartilhado por familiares da garotinha de 7 anos, assassinada nas dependências do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina, a pouco mais de 100 dias, tornou público o que o grupo considera “desinteresse e descaso do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora”.

A nota de repúdio traz, em anexo, cópia de ofício encaminhado à escola, solicitando apoio na divulgação de uma campanha de mobilização pública, que, segundo a nota, não teria merecido a atenção devida...

Direção do Colégio Auxiliadora fala sobre a atuação da escola nas investigações do caso Beatriz

Após os pais da menina Beatriz Angélica Mota, assassinada no dia 10 de dezembro do ano passado, durante uma solenidade de formatura no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina, questionarem o silencio da direção da escola logo após o ocorrido e a não participação nas primeiras manifestações, durante o ato que ocorreu nesta quinta-feira (10), a nova diretora da instituição, Irmã Júlia de Oliveira, fez um pronunciamento sobre o caso.

A Irmã-Diretora, que assumiu o cargo no mês de janeiro deste ano, esclareceu que o colégio tem contribuído na elucidação do crime e que a instituição buscou auxílio do Ministério Público e da Secretaria de Segurança do Estado...

Em manifestação, pai da menina Beatriz cobra agilidade nas investigações ao governador de Pernambuco e a Polícia Civil

..

Pais de Beatriz convocam para ato público e detalham pontos da investigação

Mais um ato público cobrando uma resposta para o crime que vitimou Beatriz Angélica, uma garota de apenas sete anos, morta há cerca 90 dias, em Petrolina, quando participava com os pais de uma solenidade de formatura do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, está marcado para esta quinta-feira (10), às 19 horas, na Praça da Catedral.

A morte de Beatriz, pela sua crueldade e covardia, chocou a sociedade sanfranciscana que clama por justiça e teme que esse seja mais um crime sem solução. Em vídeo registrado pelo Blog Geraldo José, durante coletiva, os pais de Beatriz, mais uma vez, cobraram uma participação da sociedade para não deixar que o caso entre para a lista dos crimes impunes...

Pais de Beatriz revelam angústia com a demora nas investigações e clamam por apoio da população

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta quarta-feira (09) os pais da garota Beatriz Angélica, barbaramente assassinada nas dependências do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina, há cerca de 90 dias, voltaram a falar das angústias e expectativas que a família vive, enquanto aguarda uma resposta para o caso.

Na coletiva, que tinha como objetivo chamar as instituições e a sociedade em geral para mais um ato público, marcado para esta quinta-feira(10), Sandro Romilton e Lucia Mota, responderam a questionamentos da imprensa, esclarecendo alguns fatos...

Em coletiva, delegado afirma que após divulgação do retrato falado do suspeito de ter assassinado a menina Beatriz aumentou o número de participação pelo Disque Denúncia

Em coletiva para a imprensa da região na manhã desta terça-feira (23), o delegado-chefe responsável pelas investigações do assassinato da menina Beatriz Angélica Mota, Marceone Ferreira afirmou que após a divulgação do retrato falado do suspeito de ter cometido o crime, mais informações chegaram a Polícia Civil através do Disque Denúncia. A investigação do caso seguirá com a análise das imagens gravadas no local do crime e com o confronto das denúncias com o retrato falado.

“Desde ontem nós já recebemos diversas informações pelo Disque Denúncia e a equipe de investigação já está em campo para checar todas as situações que estão chegando. O objetivo é elucidar o caso, mas a gente sabe que não depende somente da gente, mas de várias circunstâncias que envolvem o caso. Pretendemos chegar a elucidação do caso o quanto antes”, afirmou o delegado Marceone...

CASO BEATRIZ: Polícia diz que retrato falado do suspeito teve ajuda de três testemunhas, inclusive da mãe da criança

Na manhã de hoje, 22, na sede da Polícia Civil em Recife foi divulgado para toda a imprensa o retrato falado do suspeito de ter assassinado ou participado do crime da garota Beatriz Angélica Mota, morta no dia 10 de dezembro de 2015, enquanto participava da festa de formatura de sua irmã no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina.

Para se chegar a estas características do suspeito (foto acima), de acordo com o delegado Marceone Ferreira, foram ouvidas três testemunhas chaves, sendo uma delas, a mãe, Lúcia Mota. O delegado disse na coletiva que estas três pessoas viram esse mesmo elemento com atitudes suspeitas. O suspeito teria sido visto no banheiro feminino, no banheiro masculino várias vezes lavando as mãos e o rosto, e também parado por muito tempo próximo ao bebedouro do colégio. Ainda de acordo com Dr. Marceone, uma das testemunhas viu o suspeito saindo da sala onde o corpo de Beatriz foi encontrado que, inclusive, achou estranho o seu jeito e resolveu sair do local, retornando a quadra onde acontecia a festa...

Matéria do “fantástico” sobre morte de Beatriz Angélica, emociona e repercute em todo o país

A rede Globo, exibiu agora a pouco, através do “Fantástico”, a matéria sobre a morte da garota Beatriz Angélica, de Apenas 7 anos, morta a 73 dias nas dependências do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina.

O vídeo exibido pela Globo mostra o clima de festa e comemoração da formatura de uma turma do colégio e o pai de Beatriz Sandro Romilton interrompendo a apresentação de um grupo musical para pedir ajuda na tentativa de localizar a garota.

Na matéria, que mostra toda dor que a família está vivendo, o delegado Marceone Ferreira explica da complexidade do crime, diz que todos os esforços para solucionar o caso estão sendo feitos, mas não descarta a possibilidade de não obter êxito...

CONFIRMADO: Retrato falado do assassino da pequena Beatriz será divulgado nesta segunda, saiba mais:

Parece que o caso Beatriz está próximo de ser solucionado. Em contato com o delegado Dr. Marceone, foi confirmado que na próxima segunda-feira, 22, pela manhã, acontecerá uma entrevista coletiva com o chefe de Polícia Civil e o delegado designado para este caso, onde divulgarão o retrato falado do assassino da Beatriz, morta a facadas no dia 10 de dezembro no Colégio Auxiliadora em Petrolina. A coletiva acontecerá no auditório do prédio da polícia civil em Recife.

Este caso, que desde que aconteceu, assustou à região, começou a tomar grande repercussão nacional. Equipe do programa Fantástico da Rede Globo gravou matéria que será exibida neste domingo e ontem, durante visita da presidente Dilma à Juazeiro e Petrolina, os pais, Sandro Romildo e Lúcia Mota se encontraram com a presidente que se sensibilizou com o caso e prometeu reforço nas investigações. ..

Pai de Beatriz agradece gestos de solidariedade e Blog lança campanha pela solução do caso

Desde o trágico acontecimento que resultou na morte da garotinha Beatriz, assassinada no interior do Colégio Nossa Senhora Maria Auxiliadora, em Petrolina, que a comunidade vem se mobilizando no sentido de cobrar uma solução para o caso, que chocou a sociedade Sanfranciscana.

Textos, musicas e poemas movimentam as redes sociais e demais veículos de comunicação, com homenagens a Beatriz, conforto à família e numa cobrança incessante para uma resposta dos organismos de segurança pública responsáveis pela investigação. O crime, que aconteceu no dia 10 de dezembro de 2015, continua sendo um mistério e o assassino (a) continua solto (a) deixando famílias apreensivas...

Emocionada, Lúcia Mota, mãe da garota Beatriz Angélica fala em manifesto. Veja o vídeo na íntegra

Durante o protesto pela morte da criança Beatriz Angélica Mota, nesta quinta-feira (11), a mãe da menina, Lúcia Mota, falou pela primeira vez, durante as manifestações, sobre a angústia da família diante a demora da conclusão do inquérito policial sobre o crime.

Emocionada, Lúcia pediu mais apoio da direção do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, que, segundo a mãe de Beatriz, permaneceu em silêncio e distante das investigações.

Lúcia também revelou como tem sido os dias da família com a ausência de Beatriz e clamou as autoridades policiais, assim como ao Ministério Público Estadual de Pernambuco uma resposta para o crime...

MANIFESTO EM PETROLINA: MILHARES DE PESSOAS PEDEM A SOLUÇÃO DO CASO BEATRIZ

javascript:void(0)

..