Foram encontrados 984 registros para a palavra: Univasf

Prefeitura de Juazeiro em parceria com Univasf entrega óculos de grau a pacientes atendidos na Caravana da Saúde no Tabuleiro

Nesta terça-feira (07), a Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com a Univasf - Universidade Federal do Vale do São Francisco entregou aproximadamente 40 óculos para as crianças que foram diagnosticadas com problema de visão durante a Caravana da Saúde no bairro Tabuleiro. A ação integra também o "Programa de Saúde na Escola" que visa ofertar atendimento oftalmológico, realização de exames e fornecimento de óculos gratuitos.

A dona de casa, Cleonilda dos Santos Lima, acompanhou sua filha Graziele Lima, para a escolha dos óculos. "Ela nunca tinha usado óculos, e estava sem conseguir enxergar direito". Segundo ela, adquirir óculos para a filha não caberia no orçamento familiar. "Graças ao programa Caravana da Saúde minha filha está com óculos novos. Esse projeto é uma benção", destacou...

Simpósio na Univasf reúne especialistas para debater temáticas diversas sobre a bacia do rio São Francisco

Pesquisadores, profissionais e estudantes de várias instituições de ensino e pesquisa participam do I Simpósio da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (SBHSF), que acontece no Complexo Multieventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), no Campus Juazeiro (BA). O evento, que começou ontem (5) e prossegue até quinta-feira (9), visa ao compartilhamento de estudos e informações sobre o rio. O I SBHSF tem como tema central “Integrando Conhecimentos Científicos em Defesa do Velho Chico” e é uma iniciativa do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco (CBHSF) em parceria com a Univasf. 

A solenidade de abertura foi realizada na noite de ontem, com uma apresentação da Orquestra Sinfônica do Sertão/Orquestra da Univasf, sob a regência do maestro Ozenir Luciano, que emocionou os participantes. A mesa de abertura contou com a presença do reitor em exercício, Telio Nobre Leite; do coordenador geral do I SBHSF e professor da Univasf, Renato Garcia; do presidente do CBHSF, Anivaldo Miranda; do presidente da Associação Brasileira de Recursos Hídricos (ABRH) Vladimir Caramori, além de representantes das prefeituras de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE). 

Gestão de recursos hídricos, geração e matrizes energéticas e preservação ambiental são alguns dos assuntos que norteiam as discussões, que se dividem em cinco eixos temáticos: Quantidade da água, Qualidade da água, Dimensão Social e Saúde, Governança, Conservação e Recuperação Ambiental. Hoje pela manhã foram apresentadas palestras nos eixos Quantidade e Qualidade da água. 

A água da bacia deve ser utilizada, a longo prazo, para conservar a biodiversidade e se destinar à produção alimentícia e ao consumo. Esta é a visão de futuro apresentada pelo professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e secretário de Recursos Hídricos do Estado de Pernambuco, José Almir Cirilo. “É essencial avançar na apropriação e eficientização de outras fontes de energia”, disse. Cirilo destacou também o assoreamento como um problema que deve ser encarado e salientou outras fontes de energia alternativas, como a eólica, que hoje responde por 20% da capacidade instalada de geração de energia; e a solar, que possui grande potencial no Nordeste. 

O professor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) Valmir Pedrosa falou sobre os desafios do Canal do Sertão Alagoano e sua gestão. Ele destacou características do canal que possui 12 comportas a cada oito quilômetros e distribui água no estado através de três adutoras. Também abordou questões relacionadas à produção agrícola no local, bem como a importância da integração entre a comunidade e o governo. “A comunidade percebe o valor do rio São Francisco e quer usá-lo de maneira consciente”, explicou Pedrosa. 

A plateia, composta por estudantes, pesquisadores e profissionais da área participou fazendo perguntas. A professora do Colegiado de Engenharia Agrícola e Ambiental da Univasf Miriam Cleide Amorim destacou a importância do simpósio. “O evento está muito rico em informações e profissionais com experiência na área. É uma grande contribuição no aspecto de estudos científicos voltados para a gestão das águas do São Francisco na busca de soluções para a questão hídrica”, afirmou. 

Durante a tarde, as atividades prosseguiram com palestras sobre a Dimensão Social relacionada com a bacia do São Francisco ministradas pelos professores Lucia Marisy, Pró-Reitora de Extensão da Univasf, e Juracy Marques, da Universidade do Estado da Bahia (Uneb); e sobre Governança, com os professores Paulo Salles, da Universidade de Brasília (UnB) e Susana Montenegro, da UFPE. 

Para encerrar as atividades deste primeiro dia, as discussões serão sobre Conservação e Recuperação Hidroambiental com o professor da Universidade Federal de Sergipe (UFS) Robério Anastácio Ferreira e da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) William Severi. Amanhã, a programação do I SBHSF será composta por sessões técnicas orais e palestras sobre diferentes temáticas. A programação completa está disponível no site do I SBHSF.  ..

I Simpósio da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco será realizado a partir deste domingo (5) na Univasf

Com o objetivo de discutir produções científicas e reunir pessoas interessadas em temas ligados à gestão sustentável do rio São Francisco, será realizado o I Simpósio da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (SBHSF), de domingo (5) até quinta-feira(9). O evento acontecerá no Complexo Multieventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), no Campus Juazeiro (BA). Com o tema central “Integrando o conhecimento científico em defesa do rio”, o simpósio é realizado pela Univasf em parceria com o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF). 

As inscrições podem ser realizadas durante o evento, na Secretaria Geral do Simpósio. O valor da taxa varia para membros e não membros da CBHSF e conforme o grau de escolaridade e o período de inscrição. A programação do simpósio está dividida em cinco eixos temáticos: Dimensão Social e Saúde, Governança, Qualidade da Água, Quantidade da Água, Conservação da Biodiversidade e Recuperação Hidroambiental. 

A abertura do simpósio será realizada neste domingo (5), a partir das 18h30, e contará com a participação do reitor em exercício da Univasf, Telio Nobre Leite; do coordenador geral do evento e professor da Universidade, Renato Garcia; e do presidente do CBHSF, Anivaldo Miranda. Ainda estará presente o presidente da Associação Brasileira de Recursos Hídricos (ABRH), Vladimir Caramori, e representantes das cidades de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE). 

Durante o evento, serão realizados debates, apresentações de trabalho, apresentações culturais da Orquestra da Univasf e do Trio Nordestino Pé-de-Serra e visitas técnicas a vinícolas, à Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) e ao Lago de Sobradinho. Serão realizadas palestras com temas como políticas públicas, sustentabilidade, geração de renda, entre outros. 

Ainda serão apresentadas as palestras “Contributos para estudo dos processos de erosão e transporte de sedimentos em regiões semiáridas”, ministrada em inglês pelo professor Axel Bronstert da Universidade de Potsdam, na Alemanha; e “Experiências do Projeto Innovate”, apresentada pela professora Marianna Siegmund-Schultze da Universidade Técnica de Berlim (TU Berlin). A programação completa e outras informações estão disponíveis no site do SBHSF. 

De acordo com Renato Garcia, estarão reunidos no evento pesquisadores de diversas áreas que trabalham com o tema. “São estudos pontuais sobre pesquisas que giram em torno dos eixos temáticos, de pesquisadores de diversas localidades, com o objetivo de realizar uma compilação de dados destas pesquisas, durante o simpósio”, afirma. Garcia ainda destaca a importância desses estudos. “O rio tem múltiplos usos para a energia elétrica, irrigação, lazer, consumo humano e industrial, mas também desgastes e ações negativas sobre ele. O evento visa entender estes diversos impactos”, explica. ..

Reitoria da Univasf emite nota pela restauração e fortalecimento do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

A Reitoria da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), primeira instituição implantada a partir de 2004 no exitoso processo de interiorização das Universidades Federais pelo país, vem tornar pública a sua preocupação à recente fusão do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) com o Ministério das Comunicações. 

Esta ação representa um retrocesso colossal e uma afronta ao trabalho de ícones da ciência nacional, como José Leite Lopes e tantos outros que lutaram por um órgão que apoiasse o desenvolvimento científico e tecnológico como ferramenta voltada ao florescer da soberania nacional. 

Ainda mais grave passa a ser a extinção do MCTI, se focarmos na fragilidade das instituições jovens implantadas no interior do Brasil. Os diversos programas instituídos pelo CNPq e FINEP têm apoiado de maneira fundamental o crescimento dos grupos de pesquisa e pós-graduação destas instituições. Os INCTs, programas de apoio a grupos de excelência, grupos emergentes e jovens doutores, são fundamentais para garantir a fixação de bons pesquisadores nestas regiões e a consolidação da cultura de pesquisa. 

Qualquer retrocesso na política de incentivo à pesquisa no país pode ser o estopim de uma avalanche de insucessos futuros na política de interiorização das Universidades no Brasil. Por isso e pelo respeito às gerações do passado e aos futuros cientistas que o interior pode formar, reforçamos o coro das instituições que lutam pela restauração e fortalecimento do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Reitoria Univasf ..

Colóquio na Univasf discutirá neoliberalismo na universidade pública

Com o título “O neoliberalismo na Universidade Pública: o pensamento de Noam Chomsky”, será ministrada nesta sexta-feira (3), na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), mais uma palestra do projeto de extensão “Colóquios na Univasf”. O evento acontecerá às 16h, no auditório do Instituto de Pesquisa em Ciência dos Materiais (IPCM), Campus Juazeiro (BA). A participação no colóquio é gratuita e aberta a toda a comunidade. 

O projeto é coordenado pelo professor do Colegiado de Engenharia Elétrica Helinando de Oliveira e tem como objetivo discutir a ciência e todos os aspectos sociopolíticos e culturais envolvidos na produção do conhecimento. Durante o colóquio desta semana, serão apresentadas as ideias do pensador Noam Chomsky e a sua abordagem sobre a influência do neoliberalismo nos diversos ramos da sociedade, principalmente no que se refere à universidade pública. 

Segundo o professor Oliveira, que irá realizar a palestra, será discutido o que esta linha ideológica pode provocar nas universidades brasileiras. “Sob os holofotes das grandes corporações, a formação de pessoas passaria a ser focada na produção de potenciais consumidores em substituição ao convencional papel de formação de cidadãos que aprendam a aprender”, explica. 

Ainda conforme Oliveira, as implicações de um processo progressivo de cortes de investimento na universidade serão discutidas. Para ele, é fundamental manter a universidade viva, forte e acessível a todo cidadão. “Este processo pode ser irreversível e carece de uma discussão aprofundada por toda a comunidade universitária”, destaca. ..

Prefeitura e Univasf entregam óculos de grau aos alunos da rede municipal durante a Caravana da Saúde no CAIC

Mais de 55 crianças em idade escolar passaram nesta quarta-feira, 2, pelas mãos do médico oftalmologista durante a Caravana da Saúde, programa realizado pela Prefeitura de Juazeiro e que desde janeiro já contabiliza mais de 10 mil atendimentos entre a sede e o interior, em diversas especialidades médicas. A vigésima primeira edição da Caravana ocorreu na Unidade de Saúde do CAIC, no bairro Malhada da Areia.  

O atendimento médico aos alunos da rede municipal faz parte do Programa Saúde na Escola e tem a parceria da Univasf – Universidade do Vale do São Francisco. Após passarem pela consulta com o oftalmo, as crianças foram beneficiadas com óculos de grau e tiveram a opção de escolherem o tamanho e formato da armação. ..

Mini documentários produzidos pela Univasf e Globo Universidade serão lançados na terça-feira (31)

Nesta terça-feira (31), serão lançados os cinco minidocumentários sobre personagens da região produzidos pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), por meio da TV Caatinga, em parceria com o Globo Universidade. Também será lançada, na ocasião, a nova edição do Caderno Globo: Vozes do Velho Chico. O evento será realizado no Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro (BA), a partir das 19h, e é aberto ao público. 

Para participar do lançamento, é necessário fazer a inscrição gratuita até o dia 31, por meio do site do Globo Universidade. O evento é voltado para estudantes, professores universitários, moradores da região, estagiários e parceiros da TV Caatinga, funcionários e parceiros das afiliadas Globo na região, e interessados no tema. 

Os minidocumentários foram produzidos por estudantes de Artes Visuais e estagiários de Comunicação Social da Univasf sobre personagens da região. O Caderno Globo Vozes do Velho Chico contém artigos, entrevistas e reportagens baseados pelos temas o rio, a terra e a gente. A publicação será distribuída gratuitamente e já está disponível em versão digital, com conteúdos extras. 

A gerente de Desenvolvimento Institucional da Comunicação da Rede Globo, Viridiana Bertolini, ressalta a relevância do evento de lançamento da publicação e dos minidocumentários. “É um evento importante para dar espaço para a troca de conhecimento com estudantes e moradores da região do rio São Francisco”, afirma. 

O evento será conduzido pela atriz Carol Castro e a programação será composta pela apresentação dos cinco minidocumentários, que retratam perfis de ribeirinhos ligados a dança, música, gastronomia, turismo e comunidades de fundo de pasto da região. Também farão parte da programação a apresentação do grupo Samba de Véio da Ilha do Massangano e a palestra “As várias faces do Velho Chico”, ministrada pelo filósofo Roberto Malvezzi, que abordará aspectos históricos sobre o rio e a região do Vale do São Francisco. 

A coordenadora de Programação e Jornalismo da TV Caatinga, Fabíola Moura, destaca que a apresentação dos documentários é uma oportunidade de mudar os discursos sobre o Semiárido, a partir de um olhar mais próximo dessa realidade. “A partir dos personagens escolhidos pelos próprios estudantes, estamos mostrando um Semiárido mais urbano e feminino, além de abordar temas quase não discutidos na mídia, como o fundo de pasto”, explica. 

Os documentários serão exibidos aos sábados no GRTV 1ª Edição, da TV Grande Rio, a partir deste sábado (28). O primeiro será sobre Maria Clara, menina “sambadeira” integrante do Samba de Véio da Ilha do Massangano. ..

Hospital Veterinário Universitário da Univasf abre inscrições para estagiário

O Hospital Veterinário Universitário (HVU) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) deu início, ontem (23), às inscrições para a seleção de um estagiário do curso de Medicina Veterinária. O estagiário cumprirá a carga horária de 20 horas semanais e receberá bolsa mensal no valor de R$ 364,00 e auxílio transporte de R$ 132,00. As inscrições podem ser realizadas até sexta-feira (27). 

Para participar da seleção, o interessado deve estar matriculado no curso de Medicina Veterinária, já ter cursado ou estar cursando as disciplinas de Farmacologia, Semiologia Veterinária, Diagnóstico por Imagem, Patologia Especial e Patologia Clínica. Para se inscrever, os estudantes devem enviar para o e-mail [email protected] a ficha de inscrição (disponível no Edital Nº 1/2016), comprovante de matrícula do semestre 2016.1 e histórico escolar da graduação atualizado. 

O processo seletivo será composto por prova teórica e entrevista individual, que serão realizadas nos dia 13 de junho. Durante a entrevista, serão considerados os conhecimentos e habilidades em semiologia veterinária, farmacologia, diagnóstico por imagem, patologia especial e clínica, cálculos de doses de fármacos e fluidoterapia e solicitação de exames complementares, bem como desenvoltura na entrevista e clareza na exposição. O local e horário da entrevista serão divulgados no dia 30 de maio aos candidatos inscritos por e-mail. O resultado final está previsto para ser divulgado em 15 de junho. 

Cronograma: 
Inscrições – até 27 de maio
Divulgação do local e horário das entrevistas e prova teórica – 30 de maio
Realização da prova teórica – 13 de junho
Entrevista – 13 de junho 
Resultado Final – 15 de junho
Apresentação dos documentos – 17 de junho
Início das atividades – 20 de junho

EDITAL..

Univasf emite nota de Esclarecimento sobre Hino

Há cerca de um ano, durante a abertura dos Jogos Universitários 2015 da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), promovidos pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE), um grupo de discentes de Medicina cantou um hino com termos machistas e violentos, que chocaram a comunidade acadêmica. Na ocasião, o Gabinete da Reitoria emitiu uma Nota Oficial sobre o caso e deu início ao processo de apuração dos fatos. 

Uma primeira reunião aconteceu no dia 19 de maio, com a participação de representantes da Comissão Disciplinar Acadêmica da instituição, da Pró-Reitoria de Ensino (Proen), do Diretório Central dos Estudantes (DCE) e do Diretório Acadêmico de Medicina. Nos dias seguintes, a Univasf recebeu diversas denúncias do caso por meio da Ouvidoria. Algumas citavam a torcida Associação Atlética Acadêmica Carranca, que reunia discentes do curso de Medicina. Nenhuma delas, no entanto, apontava nomes de um discente em particular. 

A Subcomissão de Processo Disciplinar Acadêmico, criada no âmbito da Comissão Disciplinar Acadêmica (CDA), para tratar do caso foi instituída em 21 de novembro de 2015 pela Portaria N° 29, que estabeleceu 60 dias para a conclusão dos trabalhos; e prorrogada por mais 60 dias em 21 de março de 2016 pela Portaria N° 11, ambas da Proen. Durante a investigação, foram ouvidos representantes do DCE, organizadores dos Jogos Universitários e do Diretório Acadêmico de Medicina. Também foram analisados fotos e vídeos do dia em que houve a execução do hino. No entanto, não foi possível identificar o nome do autor ou autores do texto ou comprovar que a ação estava vinculada à Associação Atlética Acadêmica Carranca.

Mediante a impossibilidade de materializar o autor do texto intitulado “Hinos Medicina Univasf”, a Subcomissão de Processo Disciplinar Acadêmico recomendou o arquivamento do processo em seu parecer sobre o caso. O processo seguiu para a deliberação da Câmara de Ensino, cujo papel é de homologar ou não o parecer apresentado pela CDA. Em reunião realizada ontem (18), o arquivamento do processo foi aprovado na Câmara de Ensino com apenas uma abstenção. O relatório com o parecer final foi entregue hoje à tarde à Pró-Reitoria de Ensino da Univasf.

No final da tarde, o reitor em exercício Telio Nobre Leite recebeu um grupo de estudantes, que se dirigiu à Reitoria para protestar contra o arquivamento do processo. Uma reunião com representantes do movimento foi marcada para a próxima quarta-feira (25) para discutir novos elementos e informações que possam ser acrescentados ao processo. ..

Roda de Conversa na Univasf marca Dia de Combate à Homofobia

Em alusão ao Dia Internacional de Combate à Homofobia, será realizada hoje (17), na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), uma Roda de Conversa para discutir a temática. O evento, gratuito e aberto a toda a comunidade, acontecerá no auditório da biblioteca do Campus Centro, em Petrolina (PE), a partir das 19h. 

A Roda de Conversa terá a participação da pró-reitora de Assistência Estudantil da Univasf, Marcia Medeiros; do professor da Universidade de Pernambuco (UPE) Antônio Carvalho e da estudante Robisnayara Barbosa, membro da Câmara de Assistência Estudantil (CAE) da Universidade. O evento pelo Dia Internacional de Combate à Homofobia é organizado pelo coletivo de estudantes Univasf sem Homofobia. A iniciativa visa promover dentro da universidade o debate da luta contra a homofobia. 

Segundo Marcel Luís, aluno de Medicina e um dos organizadores da Roda de Conversa, o assunto deve fazer parte constante da agenda das mobilizações estudantis. “É um tema que não podemos esquecer”, enfatiza. ..

Exposição de peças arqueológicas de Conceição Grande do Piauí inicia nesta segunda-feira (16) na Univasf

Pontas de flechas datadas com mais de mil anos e utensílios pré-históricos, como cerâmicas pintadas, lâminas de machado e até moedas. Estas são algumas das peças que compõem a exposição “ExpoArq – Acervo Arqueológico de Conceição Grande do Piauí”, que será realizada desta segunda (16) a quarta-feira (18), na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). A mostra estará em cartaz no Hall da biblioteca do Campus Centro, em Petrolina (PE). A exposição é aberta a toda a comunidade no horário das 10h às 20h. A abertura do evento será às 10h da próxima segunda-feira (16). 

Serão apresentados de 300 a 400 fragmentos de peças e uma peça completa, um vasilhame em cerâmica. Os itens que compõem a mostra foram encontrados em escavações realizadas no ano passado e estão em fase de análise e estudos pelos alunos do curso de Arqueologia e Preservação Patrimonial da Univasf, do Campus São Raimundo Nonato (PI), sob a coordenação do professor Mauro Alexandre Farias Fontes, um dos curadores da exposição. A ExpoArq também conta com a curadoria da professora do Colegiado de Arqueologia e Preservação Patrimonial Gisele Daltrini Felice e do professor do Colegiado de Artes Visuais Luiz Severino Silva Júnior. 

A mostra terá a mediação de oito alunos do curso, que estiveram presentes nas escavações no acervo arqueológico no município de Caldeirão Grande do Piauí. O evento tem como objetivo dar aos visitantes a oportunidade de refletir sobre a importância desses objetos e a contribuição da ciência arqueológica para a construção do conhecimento da história do Piauí. 

A exposição é uma iniciativa do Laboratório de Arqueologia Pré-Histórica do Campus São Raimundo Nonato (PI) da Univasf, em parceria com a Diretoria de Arte, Cultura e Ações Comunitárias (DACC), vinculada à Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e com apoio da Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (Proae), do Museu do Sertão e do Serviço Social do Comércio (Sesc) de Petrolina. O agendamento de grupos para visitação poderá ser realizado através da DACC pelo telefone (87) 2101-6770 ou pelo email: [email protected].  ..

Dia do Zootecnista será comemorado com evento no Campus Centro da Univasf

O Dia do Zootecnista será comemorado nesta sexta-feira (13) na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) com palestras e discussões organizadas pelo Colegiado de Zootecnia. O evento será realizado no auditório da biblioteca no Campus Petrolina Centro, a partir das 8h, com o objetivo de debater a atuação do zootecnista no mercado de trabalho. A comemoração é aberta ao público, com o foco na participação de estudantes das ciências biológicas. As inscrições deverão ser feitas no local. 

O evento terá início com a apresentação do curso de Zootecnia da Univasf pela coordenadora do Colegiado, Eva Mônica Sarmento da Silva. Em seguida, haverá apresentação de poema sobre a Zootecnia pelo poeta Demétrio Cardoso da Silva. Ás 9h, será realizada a primeira palestra sobre “A Importância da Zootecnia na Produção de Alimentos de origem animal e seus principais desafios”, com o pesquisador Gherman Garcia Leal de Araújo, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). 

Ainda pela manhã, ocorrerão também as palestras “Experiência Profissional do Zootecnista na Piscicultura”, ministrada pelo técnico em aquicultura Gilmar Aparecido Viana do nascimento; e “Histórico e Perspectivas da Zootecnia e do Zootecnista”, apresentada pelo professor José Fernando Bibiano Melo, coordenador do curso de Pós-Graduação em Ciência Animal da Univasf. 

A professora do Colegiado de Zootecnia Rita de Cássia Rodrigues de Souza enfatiza importância do evento, que busca mostrar para os estudantes do curso as várias áreas de atuação do profissional zootecnista. “O evento irá contribuir para ampliar a visão dos docentes para as várias áreas da Zootecnia, além da produção animal, nas quais eles podem atuar quando formados. Também irá mostrar o que está sendo produzido na Universidade”, observa. 

Durante o Dia do Zootecnista também haverá apresentação de banners de diversas áreas das ciências biológicas. O evento será encerrado com a realização de uma mesa redonda, que acontecerá das 14h às 17h, com a presença de pesquisadores de diversas instituições para debater o atual momento do mercado de trabalho para o profissional da área.

 Programação - Dia do Zootecnista..

Hospital Universitário da Univasf realiza II Semana de Enfermagem

Em comemoração ao Dia do Enfermeiro (12 de maio), o Hospital Universitário está promovendo a II Semana de Enfermagem do HU-Univasf, com uma série de atividades de integração e capacitação dos profissionais da área.

Até o dia 13 de maio ocorrerão palestras, dinâmicas, encontros e discussões de assuntos em torno do tema escolhido para o evento: “Cuidando da Vida”...

I Workshop Multidisciplinar de Fármacos e Medicamentos (WorkFar) acontecerá em julho na Univasf

Mesas redondas, conferências, minicursos e exposição sobre Ciência e Semiárido farão parte da programação do I Workshop Multidisciplinar de Fármacos e Medicamentos (I WorkFar), que acontecerá na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). O evento visa à promoção do conhecimento científico, bem como à capacitação das comunidades acadêmica e externa sobre o desenvolvimento e uso racional de fármacos e medicamentos. O I WorkFar será realizado, no auditório da Biblioteca, Campus Centro, em Petrolina (PE) nos dias 20 e 21 de julho e é destinado a estudantes de graduação e pós-graduação e profissionais. 

As inscrições são realizadas presencialmente até o dia do WorkFar. Os interessados devem se dirigir a um dos seguintes pontos, em seus respectivos horários de funcionamento: Central de Análise de Fármacos, Medicamentos e Alimentos (CAFMA); Colegiado de Ciências Farmacêuticas (CFARM); Laboratório de Bioquímica da Univasf, ou ainda à Secretaria do Mestrado em Recursos Naturais no Semiárido, todos localizados no Campus Centro da Univasf. As inscrições podem ser realizadas com um ou dois minicursos e estão divididas nas modalidades comunidade externa, estudantes de graduação, de pós-graduação e professores e profissionais. Cada modalidade possui taxa que varia de acordo com a data de inscrição. A ficha de inscrição e os horários de funcionamento dos locais estão disponíveis no site do evento. 

Aqueles que desejam expor trabalhos na Exposição Ciência e Semiárido deverão seguir os critérios especificados no site do evento e enviar o resumo para o e-mail [email protected], da Comissão Organizadora, até o dia 15 de julho. Os expositores receberão, além do certificado de participação no I WorkFar, o de exposição no evento. Serão realizados também, dez minicursos ministrados por professores da Univasf e representantes da Secretaria Municipal de Saúde de Petrolina, Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) e da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). Serão disponibilizados certificados de 6h por minicurso. A programação completa do evento está disponível no site.

A coordenadora do evento e professora do Colegiado de Ciências Farmacêuticas, Larissa Rolim, destaca a importância do workshop. “Esta é uma oportunidade ímpar de participar de um evento extremamente enriquecedor para formação de graduandos e pós-graduandos”, diz. O I WorkFar é uma iniciativa do Núcleo de Estudos e Pesquisas de Plantas Medicinais (Neplame) e da CAFMA, em parceria com a Pós-Graduação em Recursos Naturais do Semiárido (PgRNSA). ..

Prefeito de Juazeiro participa de solenidade de posse de reitor e reafirma a parceria com a Univasf

O prefeito Isaac Carvalho se fez presente na solenidade de posse e recondução do reitor da Universidade do Vale do São Francisco (Univasf), professor doutor Julianeli Tolentino, para o quadriênio 2016-2020 na gestão da instituição de ensino superior – ele foi reeleito no pleito realizado no ano passado com 53,76% dos votos válidos. O evento aconteceu no espaço Multieventos nesta segunda-feira, 2, em Juazeiro, e contou com a presença da comunidade acadêmica. O secretário de Governo, Paulo Bomfim, acompanhou o prefeito no ato.

As instituições, universidade e prefeitura, são parceiras em várias áreas da administração pública, como saúde, educação, infraestrutura, planejamento e gestão de pessoas. O magnífico reitor da Univasf agradeceu a presença do prefeito Isaac e reiterou a disposição em manter a parceria. “É uma satisfação poder colaborar com o desenvolvimento da cidade. Somos parceiros e pretendemos continuar nessa cumplicidade administrativa. Além disso, também temos atuação nos municípios em que a universidade tem campus, onde também a tem colaborado em diversos segmentos”, declarou o professor, Julianeli Tolentino...

Aluno da UNIVASF é agredido e espancado em Petrolina

Mais um ataque homofóbico aconteceu neste final de semana em Petrolina, o segundo com alunos da Univasf. O primeiro foi no início do mês de abril e o segundo neste final de semana. De acordo com o último agredido, Anderson Veloso, ele foi levado por três homens dentro de um Sedan preto, espancado e violentado sexualmente. Após o ocorrido, o garoto escreveu um texto no facebook falando sobre esse momento triste em sua vida, veja abaixo na íntegra:

"O dia 30 de abril de 2016 tinha tudo pra terminar de uma forma positiva, mas não foi isso que aconteceu. Mais uma vez, a violência e o ódio permearam as ruas da cidade de Petrolina, fato que tem acontecido bastante, levando em consideração as grandes tragédias que aconteceram aqui nos últimos tempos. Entretanto, dessa vez foi algo diferente. A vítima de todo esse obscuro e frio momento me fez parar pra refletir sobre diversas questões que antes não chegavam até a pele, até o verdadeiro sentir. Dessa vez, a vítima da agressão foi eu.

Tantas e tantas vezes já havia ouvido falar que a homofobia matava, mas mesmo assim, isso não me chegava aos olhos, visto que nunca havia passado por uma situação como essa. Hoje, só hoje, eu posso verdadeiramente enxergar que o preconceito é capaz de nos levar a lugares nunca vistos antes, e com o coração despedaçado, infelizmente, terei de confessar aqui que ontem à noite (sábado), por volta das 18:30 da noite, eu fui capturado por três pessoas em um carro sedan preto; fui levado a um lugar desconhecido e chegando lá me espancaram com socos, me derrubaram no chão e continuaram a me bater, mesmo já debilitado, após isso me enforcaram com o cordão do meu short. Como se não bastasse tudo isso que aconteceu, ainda violaram sexualmente de mim.

Os gritos de "vou te matar viado", "vai embora de Petrolina, viadinho"  e tantos outros ainda ecoam dentro de mim e eu sei que eles permanecerão ainda por muito tempo. Todavia, mesmo diante disso tudo, eu não me silenciarei. A minha dor não será apenas mais uma dor. O meu choro não será um choro em vão. Olhar e ver o desespero daqueles que verdadeiramente me amam, rasga meu coração. Olhar em um espelho qualquer e ver o desespero no meu próprio olhar, me consome. Só que essa luta não é só minha. Em nome de todos aqueles que já apanharam ou morreram por conta da homofobia, eu digo: não foi em vão. Nós somos fortes e nós vamos conseguir, mesmo que queiram nos destruir. E quantos são aqueles que foram destruídos pela simplicidade de existir, tantos são aqueles que ainda serão atingidos e se machucarão pior do que eu. Eu sou um sortudo, um maldito sortudo que carregará dentro de si uma dor que agora faz parte de mim, mas eu ainda estou aqui.

Apesar de achar que nunca mais iria ver meus pais, meus amigos ou aqueles que verdadeiramente eu amo, eu ainda estou aqui. E EU SEI QUE NÃO É EM VÃO. Agora, não mais uma dor me consome, além disso, uma danada vontade de lutar e gritar está louca pra sair, assim como as lágrimas que escorrem pelos meus olhos. Doeu? Sim. Vai doer mais? Sim. Mas isso não me calará. Essa dor que eu estou sentindo não é só minha, é a dor das milhares de famílias e amigos que perderam os seus por não serem esses malditos sortudos, assim como eu. É por eles, pelos que não voltaram. Pelos meus familiares. Pelos meus amigos. E acima de tudo, pela minha liberdade que ninguém toma, por aqueles que ainda irão levar muito na cara, por todos aqueles que perderam suas vidas. Um lado da minha face apanhou, mas EU AINDA TENHO O OUTRO LADO."..

Abertura do semestre 2016.1 da Univasf acontece na segunda-feira (25) com concerto musical e palestra

Para celebrar o início de mais um semestre letivo, a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) irá realizar, nesta segunda-feira (25), um evento de abertura do período 2016.1. A cerimônia será realizada a partir das 19h, no Complexo Multieventos, Campus Juazeiro (BA), com um concerto de música e uma palestra ministrada pela professora Elizabeth Matos Ribeiro, da Universidade Federal da Bahia (UFBA). A cerimônia contará com a presença do reitor Julianeli Tolentino de Lima e da pró-reitora de Ensino Monica Tomé, e é aberta à participação de toda a comunidade. 

O evento terá início com a apresentação da Orquestra Sinfônica do Sertão/Orquestra da Univasf, que realizará uma apresentação com o tema “Concerto Especial” com repertório de clássicos da música mundial e da música popular brasileira. A orquestra é formada por estudantes da Univasf, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) e da comunidade em geral, sob a regência do maestro Ozenir Luciano. 

Em seguida, haverá a palestra "Administração Política: Outro Modo de Interpretar o Brasil", ministrada pela professora da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Elizabeth Matos Ribeiro. De acordo com a professora Elizabeth, o objetivo da palestra é ajudar a encontrar caminhos alternativos para interpretar a atual realidade brasileira. “A conferência atentará uma reflexão complexa, desafiadora e fundamental sobre a atual crise que aflige nosso país, de modo a provocar o público a refletir sobre o papel social da Universidade nesse processo”, afirma. 

Transporte estudantil – Haverá um ônibus da Univasf para o transporte dos estudantes à solenidade de abertura do novo semestre, saindo às 18h15 do Campus Centro, em Petrolina (PE), com destino ao Complexo Multieventos, no Campus Juazeiro. O veículo retornará ao Campus Petrolina Centro, às 21h.  ..

CBHSF e Univasf oficializam parceria para Simpósio da Bacia do São Francisco

Na última segunda-feira (18.04), representantes do Fórum de Pesquisadores de Instituições de Ensino Superior da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, juntamente com membros da diretoria do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) estiveram reunidos em Petrolina (PE) com o reitor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Julianeli Tolentino. O objetivo foi oficializar a parceria para a realização do I Simpósio da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, que acontecerá entre de 5 a 9 de junho, em Petrolina e Juazeiro (BA).

Além de conhecer os espaços onde acontecerão os debates, conferências, mesas e demais atividades do Simpósio, a reunião serviu para assinatura do termo de cooperação técnica entre o CBHSF, a agência delegatária Peixe Vivo e a Univasf, que prevê não só a realização do encontro acadêmico em junho, como também futuras ações de educação ambiental...

Cemafauna inicia campanha pela conscientização no trânsito no CCA da Univasf em Petrolina

A maior causa de morte de animais silvestres antes mesmo do tráfico é o atropelamento. Segundo estudo realizado pelo Centro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE) da Universidade Federal de Lavras, em Minas Gerais, no ano de 2015 foi registrado um número alarmante: cerca de 475 milhões de animais selvagens morreram no Brasil. Em Petrolina, o Centro de Conservação e Manejo de Fauna da Caatinga (Cemafauna Caatinga) inicia uma campanha para conscientização da comunidade acadêmica do Campus de Ciências Agrárias da Universidade do Vale do São Francisco.

A iniciativa ocorre devido ao número preocupante de atropelamentos presenciados por colaboradores do Centro de Triagem de Animais Silvestres do Cemafauna. Somente na semana passada foram atropelados um teiú e uma ave e nesta segunda, 11, uma serpente. A veterinária do Cemafauna, Adriana Alves ressalta que esse ano é atípico diante dos últimos cinco anos em virtude das abundantes chuvas. Muitos animais se reproduziram, aumentando o número de adultos e filhotes em intenso deslocamento em razão da alta disponibilidade de alimento e água.  ..

Prova de seleção para projeto “A Univasf descobrindo talentos em matemática” acontece neste sábado (16)

O Núcleo de Pesquisa e Ensino em Matemática (Nupemat) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) irá realizar, neste sábado (16), o processo seletivo para o projeto de extensão “A Univasf descobrindo talentos em matemática”. A seleção será realizada através de exame, que acontecerá no bloco de salas de aula, Campus Petrolina Centro, das 8h30 às 11h30. No total, 900 estudantes se inscreveram para participar do processo seletivo. 

As provas serão realizadas nas salas de número 1 a 7, 16 a 28 e no Núcleo Temático 3. No mural de entrada do bloco de salas de aula, haverá as listas com os nomes dos estudantes e as salas onde irão realizar os exames. O resultado com os classificados para o projeto está previsto para ser divulgado a partir do dia 20 de abril e as aulas terão início no dia 23 de abril. Mais informações podem ser obtidas no site do Nupemat/Univasf, no telefone (74) 2102-7649 ou pelo e-mail: [email protected]

O projeto, criado em março de 2012, é coordenado pelo professor da Univasf Severino Cirino. A iniciativa tem o objetivo de incentivar o ensino da matemática e preparar os estudantes para a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), ofertando oficinas gratuitas da disciplina para estudantes de escolas públicas. ..